quinta-feira, 9 de julho de 2009

A Que Ponto Chegou Nossa Cultura! (Lauro Araújo)

Segunda-feira, 1 de julho de 2009, 14:59:31
Quinta-feira, 9 de julho de 2009, 13:44:34

Lauro Araújo.

O que se deve entender como cultura? No sentido geral e bem sintetizado, cultura é qualquer produto (objetos) ou manifestação dada do homem.

No entanto por possuir um significado tão amplo, a nossa cultura vem sofrendo transformações drásticas, que levam a sua fragmentação. Essa questão deve-se ao fato de que até mesmo criações com o simples intuito comercial passaram a ser valorizada e infelizmente enquadrada como cultura. Aquilo que conhecemos como cultura comercial.

O mundo empresarial (capitalista) tem se apoderado da expressão Cultura Popular e a deturpada, usando-a como modo de maquiar falsos artista, que fazem sucesso momentâneo, que visam sempre o capital, e com esse único objetivo acabam fragmentando o espaço o qual ocupam. Hoje presenciamos gêneros musicais cujas letras são repletas de pornografias, quando não resumem a música em apenas uma frase ou mesmo fazem uso de termos desconhecidos, que não possuem um significado algum.

A comunicação tem sofrido um grande processo de deterioração, as palavras têm perdido sua importância, os diálogos não possuem mais coerência, o uso do neologismo tem levado a expressões quase que incompreensivas.

Em minha opinião esse modelo de cultura é reflexo do estado de decadência no qual nossa educação está e conseqüentemente a sociedade, em outras palavras, significa que estamos retrocedendo intelectualmente ou talvez desenvolvendo mecanismos para o bloqueio do avanço intelectual.

O que presenciamos atualmente é desenvolvimento de uma cultura escravista, alienante, consumista e fútil. Uma cultura na qual nós não somos agentes criadores, apenas somos reprodutores dos modelos já estabelecidos. A tão diversificada e rica cultura popular vem perdendo espaço para essa cultura globalizada, na qual valorização não vem do ato de passar informação, mas sim do fato do capital adquirido por determinada manifestação.

O enfraquecimento da cultura popular representa a perda da nossa memória. A valorização dessa cultura mecanizada (globalizada) leva a falta de interesse pela informação e um aumento no número de indivíduos alienados.

Necessitamos urgentemente desenvolvermos um movimento que vise o resgate de nossa verdadeira cultura, baseada em contos populares, que além de nos trazerem um universo místico, nos trás informação sobre o nosso povo, nossa origem, servindo assim para que possamos de fato nos conhecer.

Devemos mostrar que somos exigentes com os tipos de culturas que nos rodeiam, que temos capacidade de selecionar os estilos músicas, teatrais e cinematográficos, enfim todo é qualquer tipo de manifestação cultural. Não podemos deixar que o capitalismo feroz, também controle e domine nossos gostos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

utilize a sua inteligencia...