terça-feira, 5 de outubro de 2010

Verdades e mentiras (Jr Borges)

Prefiro viver a nossa inconstância

A estar a distancia

Prefiro ter poemas incompletos

A não te ter por perto

Prefiro as incertezas

A não te ter a mesa

Viva a vigilância do não ser

Por que o não ter

Já não existe mais.

Podes até fingir

Mas qualquer um vê, que já chegamos aqui

Agora sei que só preciso insistir

Pois sem duvida desejas

A mim

Minta

Diga que não é

O que a boca nega

Os olhos confirmam

Firmam

Reafirmam

Dizem e repetem

Se as mentiras sinceras não te interessam meu bem

Só te restam

As verdades inconvenientes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

utilize a sua inteligencia...