terça-feira, 15 de março de 2011

O A M O R ( Jaci Nascimento)

Ladrona do destino da minha vida
Ri,desesperada de alivio.
O amor se rebelou dentro de mim
Me assustei com a revelaçao desconhecida
De querer um outro, em mim
Para mim,
comigo

Olhei no espelho dos meus olhos
ouvi lindas acusações.
De Raiva tapei os ouvido e senti,
o gosto da sua boca a escorrer pela minha face.
Meu coração bombeu o medo
Mas você, já estava coagulado em mim.



Minhas mãos tatearam o nada
você já estava dissolvido e
espalhado pela imaterialidade do meu sentimento.

Na minha boca silenciou-se a lingua
que me dizia que eu era dona de mim.
E Agora , que descobri a companhia do amor
Estou só!



O amor me tirou a estabilidade
tornou me insubimissa,perdi o dominio!
Me sinto fraca, corrompida por mim.



Estou Aflita!
Roubada!
Invadida e
molhada pela minha água que se condensa ao encontrar você.

Um comentário:

utilize a sua inteligencia...