sexta-feira, 22 de abril de 2011

Muros (Augusto)

Separados pela camada social.
Menor empecilho numa relação,
Onde se esconde tudo:
Amizade, amor e religião.
E só resta uma coisa verdadeira,
Inventada para nutrir a deixa
De uma paixão, falso sentimento,
Vivo por um momento, e que felicita
Àqueles que não o trouxeram uma vez na vida.

A ilusão se fez indispensável ao homem.
Incapaz de aceitar a banal realidade,
As pessoas criam e vigiam
Todas as verdades em que confiam.
Sem saber dos direitos dos outros sobre si
Os cenários criados satisfazem os desejos de um desvalido.

O aviso da sua chegada é transmitido,
Nos sorrisos sinceros alheios,
Ato reflexivo do pensamento
Sobre aquilo que queremos para o mundo inteiro,
A beleza humana então é mostrada,
E a cada esquina o nosso pensamento vai ganhando vida.
Esse é o maior sinal de se estar vivendo uma mentira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

utilize a sua inteligencia...