quarta-feira, 25 de maio de 2011

Sonho de Consumo - Poesia de Cristiane Sobral

SONHO DE CONSUMO


Se você me quiser vai ser com o cabelo trançado
Resposta na ponta da língua
Teste de HIV na mão.
Se você me quiser desligue a televisão
Leia filosofia e decore o Kama-Sutra.
Muito bem!

Se você me quiser esteja em casa,
Retorne as ligações, e traga flores.
Não venha com teorias sobre ereção
Ou centímetros a mais.

Nem sempre vou querer sexo.
Nem sempre vou dizer tudo, ou acender a luz.
Posso usar ternos ou aventais. Qual a diferença?
As noites serão sempre intensas à luz de velas.

Se você realmente me quiser, ouse digerir a contradição.
Ajude-me a ser uma mulher, diante de um homem.

Quem disse que seria fácil?

Publicado no livro "Não vou mais lavar os Pratos", Ed. Athalaia, Brasília, 2010.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

utilize a sua inteligencia...