segunda-feira, 22 de agosto de 2011

E as Pretas Guerreiras?


 Zacimba Gaba, Quem é ela?

Princesa africana escravizada no Brasil que liderou a maior rebelião de negr@s do Espírito Santo, no século XVII, fundando os quilombos do Sapê do Norte nos atuais municípios de São Mateus e Conceição da Barra.
Zacimba, levada para servir seu senhor dentro da casa grande, sofreu todo tipo de violência. As noites na Casa Grande, onde era prisioneira, fizeram de Zacimba uma mulher madura, que aprendera a resistir aos mais degradantes castigos, e "vez por outra, os negros na senzala pareciam hipnotizados com o seu canto chamando a proteção dos deuses africanos, na claridade da lua grande". Ali ela preparava sua alma de guerreira que, mais cedo ou mais tarde, iria pôr à prova. Tinha de ter tranquilidade para vencer as dificuldades e preparar seu corpo para as lutas, impedindo, ainda, que os escravos cometessem atos que pudessem colocar em risco suas vidas.


Nas fazendas, as senzalas preparavam, às escondidas, o "pó para amansar o sinhô", que chegava até à Casa Grande pelas mucamas, onde era administrado "com muito cuidado e zelo", em pequenas doses. Se o senhor desconfiasse e mandasse um escravo "cumê da sua comida, o escravo podia engolir sem medo, pois o veneno só fazia efeito se fosse dado muitas vezes". O senhor, com isso, jamais poderia imaginar que estava sendo envenenado, mas, ao longo do tempo, era fatal: "berrava feito boi, sangrando pelo nariz, ouvidos, unhas e pé de cabelo";
Zacimba matou seu senhor aos poucos, misturando diariamente pequenas doses de veneno  na sua comida e liderou a revolta contra a família e os homens de confiança do senhor. 
Depois , passou a liderar ataque contra navios negreiros que se aproximavam do porto de São Mateus, libertando os negros antes mesmo de desembarcarem em terra e levando-os aos quilombos.


Ainda hoje, os negros quilombolas do Sapê do Norte resistem e lutam pela demarcação de suas terras, contra uma certa Aracruz Celulose S/A.


Leia a história completa de Zacimba: http://www.seculodiario.com/negros/zacimba/index.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

utilize a sua inteligencia...