domingo, 25 de setembro de 2011

Mente maior domina mente menor?


Durante algum tempo andei observando o comportamento de algumas pessoas, principalmente
após a dimensão que se tomou o mundo virtual.
É impressionante como hoje em dia qualquer pessoa pode se entitular como "formador de opinião" e se vangloriar por isso. E sabe qual o motivo pelo qual isso acontece? A maioria das pessoas simplesmente tem preguiça (sim esse é o nome PREGUIÇA) de pesquisar suas fontes, de procurar saber a versão das duas partes, de se informar direito sobre o assunto e acaba internalizando aquela informação de primeira. E o pior disso tudo é que o conceito formado a partir de uma única informação toma uma dimensão gigantesca e muitas vezes pode sair do controle.
Vocês lembram quando a deputada proibiu as músicas de pagode que ofendessem as mulheres? Pois é...a deputada não proibiu as músicas de pagode que ofendem a mulher. A deputada criou um projeto de lei para que os órgãos públicos não contratem bandas que tocam música desvalorizando as mulheres. Ou seja, ela só não quer que se gaste o dinheiro público com esse tipo de música. Pronto, nada mais que isso! Só que se criou uma polêmica enorme dizendo que a deputada queria que acabasse com o pagode da Bahia...
Eu queria deixar bem claro que sou a favor de todo tipo de protesto, mais protestos consciêntes e que não prejudiquem o próximo, pois assim como nós temos direitos o outro também tem. Não vamos olhar apenas para o nosso umbigo e nem vamos se deixar dominar.
Aí vocês me perguntam "Ah Naira, mais falando assim você não está querendo formar opinião?" e eu respondo que não, esse texto funciona mais como um alerta. Gente, vamos criar conceitos com fundamentos e com fundamentos fortes para que nossa opinião seja válida e ouvida em qualquer lugar para que assim alcancemos qualquer objetivo.
A mente menor não existe. Existe mente mal exporada.

Um comentário:

  1. É sempre bom saber qual a origem da opinião.
    Muito bem Naira!

    ResponderExcluir

utilize a sua inteligencia...