quarta-feira, 14 de setembro de 2011

O pior cego é aquele que não quer enxergar!!

Todo mundo fala de preconceitos na sociedade, corrupção na política e no poder público em geral, dos níveis de prostituição, da violência e muitos outros temas dolorosamente reais, mas batidos. Batidos não por simplesmente serem temas populares, mas sim por todo mundo achar que a solução pro problema esta apenas no outros.
É muito comum o povo botar a culpa de tudo o que acontece em fatores externos ao controle individual, deve ser por que é mais fácil para si culpar algo distante pela falta de êxito em algum setor como o a segurança publica. Imagine  a cena uma família sentada no sofá após a janta e esta passando o FAMIGERADO JN, contando  o quantidade de acidentes com morte nas rodovias federais e revela que 80% dos acidentes é causado por direção alcoolizada. Todos na sala ficam estarrecidos, comentam “oh meu deus quanta irresponsabilidade”, todos se calam termina Jornal e pai e filho saíram para uma festa. Chegando lá tomam todas que podem, dançam, cantam, se divertem muito e na volta pra casa já esqueceram as informações vitais que receberam do jornal, e metem o carro todo no poste, morte instantânea. Bem que antes deles saírem de casa alguém os avisou sobre.
Gostaria de citar aqui um grande pensador contemporâneo que diz “a culpa é minha eu boto em quem eu quiser” Romer Simpson, essa frase sintetiza todo um padrão comportamental humano, esclarece, e publicisa-o. É preferível acusar os outros de que se colocar no lugar de produtor do mal que notoriamente identificamos. Os usuários de drogas não dizem que boa parte dos homicídios urbanos está ligada ao seu vicio, os cidadãos comuns não ligam a corrupção no estado brasileiro ao seu ato de escolha de um candidato, e tantos outros mais exemplos desse tão nocivo costume humano de atribuir ao outro a responsabilidade de seus atos.
O nosso país esta cheio de cegos, sim cegos, e se tem algum tipo de cego ruim, esse é o pior o cego que só ver o que quer, esse é o individuo que mina com qualquer tentativa de transformação de um cenário decadente pois sempre acha que já alcançou a meta e identifica no outro esse mal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

utilize a sua inteligencia...