quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Véus da Diáspora



Cristiane Sobral

Todos os dias
Olho para a minha negritude
Como quem desvenda histórias

Todos os dias
Empino o meu pixaim com orgulho
Afirmo as minhas raízes
Como quem olha pra trás e segue adiante

Todos os dias
Envolta numa fina película transparente
A refletir todas as luzes do universo
Minha alma deseja tocar o coração do mundo

Todos os dias
Sigo a interpretar os meus mistérios.

www.cristianesobral.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

utilize a sua inteligencia...