quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Cotas. Essa conversa não é sobre você!





Esse video é um breve relado de nossas opiniões referentes as cotas.

152 comentários:

  1. Essa conversa não é sobre você..
    E sim para os negros coitadistas que não conseguem entrar em uma universidade por incompetência.

    A solução genial é: tirar a oportunidade de pessoas mais qualificadas para que os coitadinhos possam ter um diploma.

    Critica a classe média... mas quem financia essa bosta? A classe média... ou o salário de "doméstica" que vocês recebem?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só entra como Anônimo ? Além de preguiçoso é covarde.

      Excluir
    2. só podes falar em incompetência no caso de concorrerem em igualdade de condições. só podes falar em "financiamento" quando a sociedade não lucrar mais com a exploração de trabalhadores.

      Excluir
    3. Preguiçosos são vocês que nem entrar em uma faculdade estudando (sem ajuda de governinho) conseguem.

      Excluir
  2. POis é enqunto vc´s nos reservam a merda da escola publica e os seus salarios da mesma materia prima e guardam para s´a educação qualificadora. Nós estamos aqui para tirar suas vagas mesmo, alias suas não nossas pq seus escravocratas ladrões, nos fizeram trabalhar e até hoje não pagaram... Eo que estamos pedindo é pouco perto da divida real. Então acho melhor vc sentar a ver a nossa vitoria chegar seu covarde que nem se identificou!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezados, sim, sou branco. Filho de funcionário público e de professora, da rede pública de ensino. Nunca entrei em um iate. Desde a quarta série primária até o terceiro ano do segundo grau estudei em um colégio federal, pertencente ao Ministério da Aeronáutica. Meus pais pagavam mensalidade, pois o colégio era para filhos de militares; como eu era civil, ainda que concursado (era preciso prestar concurso para entrar), tinha de pagar. Por isso, não sei exatamente se meu colégio deve ser considerado público ou não. Mas enfim. O que eu gostaria de dizer é que acho que o vídeo comete alguns erros, que podem mais atrapalhar do que ajudar o debate sobre cotas. Em primeiro lugar, acho inegável que há uma dívida social e econômica para com os negros brasileiros. Uma dívida histórica. Por isso, sou favorável a medidas que auxiliem na quitação desta dívida. E, de fato, há pelo menos cem anos os negros brasileiros vêm esperando por tal reparação, então acho justo que não devam e não queiram esperar mais. Afinal, várias gerações de negros ficaram sem oportunidade de ingressar nas universidades públicas em face do elitismo provocado pelo vestibular. Mesmo hoje, o momento econômico exige a sua imediata inclusão social e qualificação profissional (a presidente Dilma esteve esta semana na Espanha para facilitar a entrada no Brasil de jovens espanhóis para trabalhar, pois aqui faltam profissionais qualificados). No entanto, o vídeo constrói um estereótipo do branco de classe média que pouco corresponde à realidade. Para começar, o branco de classe média que está preocupado em não ingressar na universidade pública em virtude das cotas raciais não é o branco do mundinho de festas, viagens, iates, tablets. Este branco, de classe alta ou classe média alta, não está concorrendo com os cotistas. Este branco não cursa sua faculdade no Brasil; quando cursa, é na FGV, no Insper, na Fundação Dom Cabral ou na PUC; quando tenta a universidade pública, sua escola particular de elite o prepara tão bem que ele fica com os primeiros lugares do vestibular. Quem está de fato preocupado são os brancos de classe média baixa, são os filhos de taxistas, professores, funcionários públicos subalternos, pequenos comerciantes. Gente que trabalha muito e se sacrifica muito. Que faz hora extra para pagar uma escola particular mediana para os filhos. Que não dá carro de presente; quando dá, é um Uno Mille 2007 financiado em 60 vezes. É claro que não espero que vocês se comovam com isso. Mas respeitem. Eles, nem seus pais, são responsáveis pelas injustiças que se cometem no Brasil desde o século XVI. Eles não são da elite, nem nunca foram. Seus antepassados não tiveram escravos, porque não podiam pagar por eles. Eram, de fato, trabalhadores livres, mas viviam também em condição precária ao longo dos séculos. Pessoalmente, eu prefiro que as cotas sejam de caráter socioeconômicos, com algum tipo de ponderação racial, se necessário for, dentro das vagas destinadas aos cotistas. E o meu receio é este: que um negro de classe média, que estudou em bons colégios e tem condições de passar no vestibular em condições de igualdade com qualquer branco também de classe média, acabe se beneficiando da cota racial e ficando com a vaga de alguém negro que realmente precise do benefício. Mais uma vez: é inegável que há dívida e que qualquer estudo etnográfico constatará que as condições de vida da população negra são historicamente piores que as da população branca. Mas não creio que a resposta a esta dívida hoje seja pelo viés da revanche, e sim pelo da justiça. Tal como fez Mandela na África do Sul, quando recusou-se a estabelecer um apartheid contra os brancos. Ele percebeu que era necessário unir o país em vez de mantê-lo dividido. Tudo o que quero é que em um futuro muito próximo cotas raciais sejam não só um assunto do passado, como algo totalmente desnecessário. Porque o que me comove é uma sociedade justa, digna, honesta, com iguais oportunidades para todos os brasileiros.

      Excluir
    2. Prezados, sim, sou branco. Filho de funcionário público e de professora, da rede pública de ensino. Nunca entrei em um iate. Desde a quarta série primária até o terceiro ano do segundo grau estudei em um colégio federal, pertencente ao Ministério da Aeronáutica. Meus pais pagavam mensalidade, pois o colégio era para filhos de militares; como eu era civil, ainda que concursado (era preciso prestar concurso para entrar), tinha de pagar. Por isso, não sei exatamente se meu colégio deve ser considerado público ou não. Mas enfim. O que eu gostaria de dizer é que acho que o vídeo comete alguns erros, que podem mais atrapalhar do que ajudar o debate sobre cotas. Em primeiro lugar, acho inegável que há uma dívida social e econômica para com os negros brasileiros. Uma dívida histórica. Por isso, sou favorável a medidas que auxiliem na quitação desta dívida. E, de fato, há pelo menos cem anos os negros brasileiros vêm esperando por tal reparação, então acho justo que não devam e não queiram esperar mais. Afinal, várias gerações de negros ficaram sem oportunidade de ingressar nas universidades públicas em face do elitismo provocado pelo vestibular. Mesmo hoje, o momento econômico exige a sua imediata inclusão social e qualificação profissional (a presidente Dilma esteve esta semana na Espanha para facilitar a entrada no Brasil de jovens espanhóis para trabalhar, pois aqui faltam profissionais qualificados). No entanto, o vídeo constrói um estereótipo do branco de classe média que pouco corresponde à realidade. Para começar, o branco de classe média que está preocupado em não ingressar na universidade pública em virtude das cotas raciais não é o branco do mundinho de festas, viagens, iates, tablets. Este branco, de classe alta ou classe média alta, não está concorrendo com os cotistas. Este branco não cursa sua faculdade no Brasil; quando cursa, é na FGV, no Insper, na Fundação Dom Cabral ou na PUC; quando tenta a universidade pública, sua escola particular de elite o prepara tão bem que ele fica com os primeiros lugares do vestibular. Quem está de fato preocupado são os brancos de classe média baixa, são os filhos de taxistas, professores, funcionários públicos subalternos, pequenos comerciantes. Gente que trabalha muito e se sacrifica muito. Que faz hora extra para pagar uma escola particular mediana para os filhos. Que não dá carro de presente; quando dá, é um Uno Mille 2007 financiado em 60 vezes. É claro que não espero que vocês se comovam com isso. Mas respeitem. Eles, nem seus pais, são responsáveis pelas injustiças que se cometem no Brasil desde o século XVI. Eles não são da elite, nem nunca foram. Seus antepassados não tiveram escravos, porque não podiam pagar por eles. Eram, de fato, trabalhadores livres, mas viviam também em condição precária ao longo dos séculos. Pessoalmente, eu prefiro que as cotas sejam de caráter socioeconômicos, com algum tipo de ponderação racial, se necessário for, dentro das vagas destinadas aos cotistas. E o meu receio é este: que um negro de classe média, que estudou em bons colégios e tem condições de passar no vestibular em condições de igualdade com qualquer branco também de classe média, acabe se beneficiando da cota racial e ficando com a vaga de alguém negro que realmente precise do benefício. Mais uma vez: é inegável que há dívida e que qualquer estudo etnográfico constatará que as condições de vida da população negra são historicamente piores que as da população branca. Mas não creio que a resposta a esta dívida hoje seja pelo viés da revanche, e sim pelo da justiça. Tal como fez Mandela na África do Sul, quando recusou-se a estabelecer um apartheid contra os brancos. Ele percebeu que era necessário unir o país em vez de mantê-lo dividido. Tudo o que quero é que em um futuro muito próximo cotas raciais sejam não só um assunto do passado, como algo totalmente desnecessário. Porque o que me comove é uma sociedade justa, digna, honesta, com iguais oportunidades para todos os brasileiros.

      Excluir
    3. Lamento, mas VOCÊ não foi escravizado e EU não escravizei ninguém.
      Pare de jogar a responsabilidade sobre a SUA vida sobre coisas que cessaram há mais de 100 anos.

      Quer um futuro melhor? Faça o teu futuro!

      Excluir
    4. Que divida? Vocês tem é que nos agradecer por terem os trazido para o Brasil. Se não fosse a gente, vocês ainda estariam na africa vivendo até os 12 anos e morrendo em guerra civil, provavelmente teriam aids, e passariam muita fome. Não temos divida nenhuma com vocês. Mais facil vocês terem com a gente. Alias, vocês não trabalharam nada. Foi varias gerações antes da sua que foram escravizada.

      Essa necessidade tão forte em atacar os brancos e os bem sucedidos apenas mostra o quanto vocês são frágeis.

      Os descendentes japoneses do Brasil, por exemplo, passaram tantas dificuldades quanto seus antepassados. Só que em vez de fazer favela e ficar esperando ajuda dos outros, eles desde cedo se esforçaram e hoje são em sua maioria pessoas de sucesso.

      Se preocupem menos em nos culpar e mais em conseguir as coisas com esforço e garra. Ai quem sabe um dia vocês chegam lá.

      Excluir
    5. Pera quem vendia os escravos Africanos aos povos Europeus?. Pela historia foram os próprios negros de tribos vencedoras que vendiam os escravos do povo dominado..ou estou enganado? Isso vem desde os principios dos tempos. Se for assim o Índio e seus descendentes teriam que ter muito mais direito que os afros e afro-brasileiros, afinal sofreram invasão foram exterminados e escravizados.

      Ficar culpado pelo passado causa atraso de vida, quer vencer lute com garra..pois um cator conseguiu aprender diversos idiomas..morador do lixão passou entre os primeiros em universidades federais, quem quer vai atras pra mudar e não usa artificios para conseguir esses meios.

      Educação nao presta?, vamos nos unir e mudar isso, primeiro acabando com essa sistema de aprovação automatica. Escola pública ta uma merda mas os alunos tambem são parte do problema, posi preferem ser vida loka que estudar..preferen peitar de frente um professor e botar medo do que respeita-lo pelos seus conhecimentos..
      As mudanças devem ser feitas por dentro mudando seus comportamentos

      Excluir
    6. realmente a gente percebe que vocês do blog não tiveram condições de estudar numa escola minimamente decente, senão saberiam que:
      1- quem capturava os escravos e os vendia para trabalhar nas américas eram os próprios africanos, negros.
      2- negros também tinham escravos, inclusive zumbi. isto é amplamente documentado.
      3- praticamente não existe branco no brasil. hoje minha cor de pele é branca mas meu bisavô era negro. Eu também deveria reivindicar esta "dívida"? Se puxar a árvore genealógica de todos os brasileiros até a época da escravidão, vamos descobrir que pelo menos 80% das pessoas possuem algum negro como ancestral.
      -----------------
      e vcs são todos comunistas achando que enganam alguém com este discurso, quando o que mais querem é usar os negros para criar uma luta de classes. vocês me dão nojo.

      Excluir
    7. Rede Nacional da Juventude Negra, as cotas JÁ são REALIDADE.O vídeo é agressivo, racista porque dá entender que a culpa da escrvidão é da classe média (????). De fato vocês precisam estudar mesmo.Mas saibam que na página de vcs vários negros se manifestaram contra o vídeo, porque pé estúpido, desnecessário, incita ódio e violência. Vocês com essa estupidez de vídeo se igualaram aos boçais dos "carecas do abc", "skinheads" e outros que tais. Lamentável. tirem esse vídeo da rede. Foi extremamente infeliz.

      Excluir
    8. Ao invés de reconhecer o erro e se desculpar por ofender a milhões de pessoas que não tem culpa por seus problemas, ainda continua com este discurso lamentável com uma clara intenção de promover um aparteid branco no Brasil.Vocês são patéticos.

      Excluir
  3. Todas as dificuldades citadas são inerentes a todas as pessoas que possuem baixa renda no nosso país, não somente para os negros. Desta forma, as cotas deveriam ser independentes de etnia, ajudando apenas aos que não tem condição ao invés de generalizar e permitir apenas negros, que, por sinal, podem vir de famílias ricas, obtendo uma vaga de forma injusta. Eu tenho uma prima loira de olhos azuis que estudou em escola publica durante toda a vida e muitas vezes não tem dinheiro nem para comer, e pelo simples fato de ser branca, não tem direito a cota.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em país vc vive? Vc acredita mesmo que um negro de baixa renda tem as mesmas chances de um branco de baixa renda? Essa conversa não é sobre vc e vc não está qualificado para discuti-la.

      Excluir
    2. Pode explicar quais são as diferenças das dificuldades dos pobres brancos para as dos negros?

      Excluir
    3. Nani, pq nao pega uma arma e começa a matar os brancos? As pessoas nao podem jugar vc pela cor, mas vc pode? Acha que ele é não está qualificado por ser branco para comentar sobre o assunto e acha ruim quando alguém acha que vc é desqualificado para entrar na universidade?

      Excluir
    4. Que resposta mais estapafurdia !
      Você acha que está qulificada para dizer quem pode ou não discutir tal questão ?

      Excluir
  4. Sugiro que estude (e pare de se vitimizar dizendo que não pode) a história do Brasil e aprenda que ninguém aqui nunca teve nada de graça, de governinho assistencialista nenhum. Os alemães que aqui vieram deixaram de vir proibidos pelo governo alemão, já que aqui viviam e trabalhavam em regime de semi-escravidão. Os alemães-russos vieram porque o governo da Rússia tirou tudo que tinham, por conta do movimento nacionalista russo. Os italianos que aqui chegaram não tinham nada, a não ser a roupa do corpo. Se construiram no Sul um lugar distante do Brasil em vários sentidos foi porque não ficaram a esperar a teta do governo pra mamar, mas porque foram a luta e trabalharam muito pra construir um lugar decente.
    Negros não são burros, não são incapazes... Bem como não só negros estudam em escolas públicas defasadas. Eu mesmo já estudei (e estudei de fato, não fiquei esperando pra mamar em alguma teta) e conquistei minha vaga no vestibular de uma universidade pública.
    É óbvio que meu comentário não irá mudar sua visão bitolada e preconceituosa, até porque seu ódio é fundamentado em falácias e em auto-vitimismo. Só quero que saibas que por mais que o governo queira votos e pra isso faça tudo o que faz, a população não é de todo cega e burra, bem por isso jamais ficará calada quando vir um vídeo absurdo como este.

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente, essa é a realidade que muitos negros passam, mas poucos enxergam, principalmente, as pessoas de classe média, que repudiam o fato de ter que disputar uma vaga contra pessoas da mesma camada, enquanto negros e pobres possuem a oportunidade de disputar uma vaga com seus semelhantes, numa universidade pública.

    Repudiam o fato de ver que a vantagem que ter poder aquisitivo e econômico para pagar um curso pré-vestibular, tantas vezes quantas forem necessárias, sem necessitar de trabalhar, e disputar a mesma vaga com um aluno de escola pública e pobre, agora não é mais válida.

    Sou estudante da Universidade de São Paulo (USP), e sou da periferia. Desenvolvo uma tese sobre cotas, que pretendo utilizá-la na defesa desta política afirmativa dentro da universidade. Através da minha pesquisa, verifiquei, além dos dados que colocam o negro como sendo a escória da sociedade brasileira, vejo muitas pessoas negando isso, fechando os olhos para esses dados, ou dizendo que é coisa de políticos para ganhar votos. Negam dados do IBGE, do IPEA, MEC, e vários outros orgãos, e ainda ousam dizer que vivemos numa democracia racial.

    Em várias aulas, eu era o único negro presente na classe, onde muitos ali possuem poder aquisitivo, e são eles também que repudiam as cotas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coitadinho.....

      Excluir
    2. Concordo com as cotas, mas cotas para todos os grupos "oprimidos". Cotas para gays, para mulheres, para deficientes sensoriais, deficientes mentais, cotas para quem não tem cotas, cotas para canhotos, cotas para albinos, cotas para quem não gosta de samba e bom sujeito não é...

      O brasil deve ser o país das cotas, cotas para todos, por todos, contra tudo.

      Cotas para brancos na equipe de atletismo da seleção brasileiras (afinal é sustentada por dinheiro público), cotas para orientais na seleção brasileira de futebol, cotas para gays na seleção de handebol, cotas para mulheres vesgas para controladores aéreos, cotas para satanistas nos seminários católicos, cotas para não-petistas na roubalhaeira federal e por aí a fora indefinidamente

      Excluir
    3. Lute por cotas por situação econômica/social e aí estará fazendo algo relevante para o país... do contrário, estará só querendo ter vantagens para si próprio.

      Excluir
    4. Será que tu não vê que cota é uma coisa ridícula. Cota racial é algo lamentável. Cota para camada social = atitude do governo paar esconder que a educação é um lixo e que os investimentos são roubados por corruptos na cara de pau. Afinal quem vai olhar a qualidade do ensino se o povo da escola publica pode entrar na faculdade? O certo seria criar condições para que o aluno em fase de vestibular que obviamente deseja ir para a faculdade,não seja obrigado a trabalha e possa apenas dedicar-se a estudar. Mas isso os petistas não queres porque fazer a coisa certa acabaria com afarra dos corruptos.

      Excluir
  6. Vitimismo ridiculo.
    Mas eu fico feliz que vocês venham com essa arrogancia, com esse "agora é tudo nosso" porque se viessem com humildade provavelmente não encontrariam resistencia. Fico mais feliz ainda em ver que o real objetivo de vocês não é uma "compensação historica" que por si só já é altamente questionavel, mas sim uma REVANCHE. Querem que nos tornemos cidadãos de segunda classe enquanto continuam buscando regalias e facilidades para colocar em seus proprios RABOS.
    Mas como podem ver, nem todo mundo é um maconheiro doutrinado esquerdopata. O video está recebendo varias negativações, e inclusive denuncias.

    PS: postarei como anonimo mesmo porque não quero "manos" me fechando (legal generalizar a raça dos outros né?)

    ResponderExcluir
  7. Achei essa moça ridiculamente idiota, incoerente, ignorante, TOTALMENTE RACISTA, entre outras varias coisas que prefiro nem comentar pra não gerar polemica... Desculpe filha, mas o mundo não gira em torno de você também, venho de família pobre e humilde, e hoje sou um homem muito bem sucedido... Você pede para não julgarmos os pobres, mas então nos faça um favor? Não julgue os bem sucedidos, pois você não deve saber nem metade da historia de cada um. Filha, a maior racista aqui é você.
    Em quanto vocês estavam vagabundeando, nós acordávamos as cinco horas da manhã para ir ao colégio estudar, se temos condições não nos julgue, vá atras para ter as mesmas... Com esse CIUMES que tu sente pelos privilegiados, que um dia já lutaram para ter aquilo que tem hoje, tu nunca vai chegar em lugar nenhum!!!
    Fica dependendo de COITADISMO dos outros pra se alguém, isso é coisa de gente INCOMPETENTE que fica tentando INCITA O ÓDIO ENTRE AS PESSOAS... SE FOSSE UM BRANCO COM UM VÍDEO DESSES APOSTO QUE TODOS IRIAM QUERER TOCAR UM PROCESSO. Vai trabalha em vez de fica aqui reclamando! Sofri muito durante minha época cursando medicina e não foi por isso que sai julgando os outros ou criticando algo... Fiquei quieto e fiz aquilo que era preciso. Se os negros ERAM escravizados, você não tem direito nenhum de sair colocando a culpa em qualquer um de qualquer classe social.
    Olha filha, vai trabalha porque fazendo isso ai tu nunca vai consegui se ninguém na tua vida. Isso que tu estas fazendo é RIDÍCULO e sem NEXO algum.

    ResponderExcluir
  8. Peralá! Ela diz que o fato de um afrodescendente não entrar no curso concorrido que sempre sonhou é culpa dos brancos? Que eu por ser branco quero ser o centro das atenções?

    Quem fez este vídeo não conhece a palavra meritocracia!

    Meu padrinho morava em casa precária de madeira, batalhou e lutou a ponto de hoje ser gerente de uma agência bancária de cidade grande. Tem uma campanha na internet de empreendedorismo, chamada Geração Falcão, lá ela vai um monte de pessoas, "vítimas sociais", independente de cor, que moravam em favela que conseguiram crescer na vida e inovar no mercado de trabalho sem mamar nas tetas do Estado e sem se fazerem de vítima social, tudo por trabalho duro, criatividade e honestidade.

    Quer dizer então que só por que o cara nasce em família rica, ele automaticamente vai passar em uma universidade pública?Claro que não! Conheço um monte de gente que tem dinheiro mas que tem um filho vagabundo, desempregado, e que após o falecimento dos pais vai ficar pobre, o mesmo de algumas "vítimas sociais".

    Meu mundinho de festas, carros, táblets, iates e smartphones?
    Porra, o máximo que tenho é um notebook que comprei na promoção do extra parcelado em 9 vezes, se algum dia entrar uma ladrão para saquear meu quarto, a única coisa que ele vai ter de valor para levar vai ser ele, (da estante de livros ele vai passar longe). Eu e meus amigos ganhamos carros quando passamos no vestibular? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk essa sinceramente, não preciso nem comentar! Pois de todos meus amigos "brancos" que passaram no vestibular NENHUM ganhou carro ou moto dos pais de presente, o máximo que ganharam foi um churrasco como comemoração.

    O mais incoerente foi o final em que ela disse: - Já Chega! Agora é TUDO nosso! Na mente dela todo branco é rico que ganha dinheiro trabalhando pouco e os negros são pobres que trabalham muito e ganham pouco... Eu eim.. gente racista...

    Parece um típico discurso de Hitler em que incita ódio e racismo sem argumentos. As incoerência que vi são tantas, que se for para eu criticar todas vou acabar não tendo tempo para estudar para a faculdade, e outra, neste comentário da resposta do usuário anônimo, vocês mostraram que realmente não possuem argumentos. E se vocês me responderem da maneira que responderam ao usuário anônimo, não vou fazer nem questão de argumentar contra pois sei que é uma perca de tempo convencer pessoas movidas por preconceito e racismo. A respeito de tudo que foi dito no video, tem alguma referência histórica para me provar isso que falaram e que se aplique ao mundo contemporâneo?

    ResponderExcluir
  9. Respostas
    1. Racismo. Não é as avessas porra nenhuma... é racismo.

      Excluir
  10. Esse vídeo é realmente tosco, e mostra toda a revolta, o recalque e a inveja de alguns defensores das cotas raciais. Notem que a mensagem não é construtiva em momento algum. É aquela coisa: algumas pessoas acreditam que vão correr mais se o vizinho quebrar a perna. Toda uma ideologia foi parida com base neste sentimento mesquinho. Chama-se socialismo!

    ResponderExcluir
  11. Tivemos na nossa história pessoas que lutaram pela liberdade, mas num sentido mais amplo, não como estás endo feito hoje, quando se promove diferenças "raciais". Tivemos um dos mais dignos brasieliros, hoje seria chamado de "afrodescendente", como do engenheiro e intelectual André Pinto Rebouças, que com o jurista Joaquim Aurélio Barreto Nabuco de Araújo, o engenheiro Alfred d’Escragnolle Taunay, o Visconde Taunay e o farmacêutico e jornalista José Carlos do Patrocínio, que seguramente seriam importantes nomes daquele que seria o nosso III Império.
    http://www.boehme.com.br/andrereboucas.pdf

    Mas esta questãode cotas nas universidades é uma ilusão, uma ilusão criada para uma penquena minoria que pode chegar à universidade, mas que tem dado transparência e projeção política a demagogos. O problema é que o mecanismo que destroi o potencial dosbrasileirinhos é cruel, continua cruel. De minha parte falta ao brasileiro, de todas as etnias, o entendimento do que são bens e serviços públicos:

    “Bens e serviços públicos têm como característica essencial a impossibilidade de limitar o seu uso àqueles que pagam por ele ou a impossibilidade de limitar o acesso a eles através de restrições seletivas, com uma única exceção eticamente aceitável: o privilégio ou benefício dado aos portadores de deficiência física ou mental, incluindo as advindas com a idade ou aquelas resultantes de sequelas de acidentes ou fruto da violência.” (Gerhard Erich Boehme)

    Já tivemos no Brasil como chefe da nação, do excecutivo nacional, um mulato, mas isso não é considerado. Já tivemos um 1º Ministro mulato, foi Ministro de Estado de inúmeras pastas, não numa época que designar ministros é feito ou serve para acomodar políticos ou fazer demagogia política, como é a nossa realidade atual, mas foi Ministro pelos seus méritos e grandes serviços prestados ao povo brasileiro, e mais que isso ocupou importantes cargos devido a este compromisso, que em seu tempo convivia com uma triste realidade, a escravidão, não como a atual que se dá via impostos, endividamento e preços abusivos dos produtos de empresas estatais, que assim absorvem os recursos que auferimos em função de nosso trabalho, talento, criatividade e empreendedorismo. Mas de uma escravidão que muitas vezes encobria a crueldade. Tivemos uma realidade muito diferente da que conhecemos atualmente, muitas vezes incompreensível. O próprio fato de termos um mulato como
    Chefe de Governo, a autoridade máxima do país, e ao mesmo tempo uma parcela da população escravizada foge a nossa compreensão nos dias de hoje, em especial aos que ainda não leram o livro de Leandro Narloch e Duda Teixeira, o “Guia Politicamente Incorreto da América latina”. O Chefe de
    Governo, o então 1º Ministro, era o Barão de Cotegipe, João Maurício Wanderley (van der Ley).

    A questão é que mesmo com as cotas e uma série enorme de privilégios continaremos a promover o mais cruel mecanismo de concentração de renda no Brasil:

    http://xa.yimg.com/kq/groups/13772711/1414949310/name/Um+dos+mais+cruéis+mecanismos+de+concentração+de+renda+no+Brasil+-+Cópia.pdf

    E assim deixamos de atacar aquela que é a principal discriminação que temos: a espacial:

    http://xa.yimg.com/kq/groups/19582569/471619330/name/UNKNOWN_PARAMETER_VALUE
    http://xa.yimg.com/kq/groups/10758151/1092829296/name/Drogas+e+a+violência+%C2%96+Um+debate+sem+respostas.pdf
    http://xa.yimg.com/kq/groups/13772711/1001703886/name/O+impacto+econômico+da+violência+no+Brasil.pdf




    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu entendo a sua citação( de si próprio?) sobre a definição de bem público, mas o que você tem que entender é que não é uma questão teórica e sim prática:
      não há espaço para todos na universidade.

      Digo espaço físico mesmo.Não há.O país não tem recursos (ao menos destinados) para isso.Basta ver o custo de cada estudante.
      Por esta razão que se faz uma seleção daqueles que seriam os mais qualificados para cursar, já que obrigatóriamente deve haver uma escolha.

      Já aproveitando a deixa, há um argumento embutido de que "ricos não devem usar a universidade pública" que cai em contradição com o que você usou sobre bens públicos.
      Um rico tem tanto direito de usar a universidade pública quanto um pobre.


      Logo tanto na teoria quanto na prática os argumentos não fazem sentido.É importante ressaltar isso porque o que se faz parecer é que há uma "birra" contra as cotas por pura questão racial ou de preconceito quando na verdade há embasamento tanto teórico quanto prático.

      Excluir
  12. Tivemos na nossa história pessoas que lutaram pela liberdade, mas num sentido mais amplo, não como estás endo feito hoje, quando se promove diferenças "raciais". Tivemos um dos mais dignos brasieliros, hoje seria chamado de "afrodescendente", como do engenheiro e intelectual André Pinto Rebouças, que com o jurista Joaquim Aurélio Barreto Nabuco de Araújo, o engenheiro Alfred d’Escragnolle Taunay, o Visconde Taunay e o farmacêutico e jornalista José Carlos do Patrocínio, que seguramente seriam importantes nomes daquele que seria o nosso III Império.
    http://www.boehme.com.br/andrereboucas.pdf

    Mas esta questãode cotas nas universidades é uma ilusão, uma ilusão criada para uma penquena minoria que pode chegar à universidade, mas que tem dado transparência e projeção política a demagogos. O problema é que o mecanismo que destroi o potencial dosbrasileirinhos é cruel, continua cruel. De minha parte falta ao brasileiro, de todas as etnias, o entendimento do que são bens e serviços públicos:

    “Bens e serviços públicos têm como característica essencial a impossibilidade de limitar o seu uso àqueles que pagam por ele ou a impossibilidade de limitar o acesso a eles através de restrições seletivas, com uma única exceção eticamente aceitável: o privilégio ou benefício dado aos portadores de deficiência física ou mental, incluindo as advindas com a idade ou aquelas resultantes de sequelas de acidentes ou fruto da violência.” (Gerhard Erich Boehme)

    Já tivemos no Brasil como chefe da nação, do excecutivo nacional, um mulato, mas isso não é considerado. Já tivemos um 1º Ministro mulato, foi Ministro de Estado de inúmeras pastas, não numa época que designar ministros é feito ou serve para acomodar políticos ou fazer demagogia política, como é a nossa realidade atual, mas foi Ministro pelos seus méritos e grandes serviços prestados ao povo brasileiro, e mais que isso ocupou importantes cargos devido a este compromisso, que em seu tempo convivia com uma triste realidade, a escravidão, não como a atual que se dá via impostos, endividamento e preços abusivos dos produtos de empresas estatais, que assim absorvem os recursos que auferimos em função de nosso trabalho, talento, criatividade e empreendedorismo. Mas de uma escravidão que muitas vezes encobria a crueldade. Tivemos uma realidade muito diferente da que conhecemos atualmente, muitas vezes incompreensível. O próprio fato de termos um mulato como
    Chefe de Governo, a autoridade máxima do país, e ao mesmo tempo uma parcela da população escravizada foge a nossa compreensão nos dias de hoje, em especial aos que ainda não leram o livro de Leandro Narloch e Duda Teixeira, o “Guia Politicamente Incorreto da América latina”. O Chefe de
    Governo, o então 1º Ministro, era o Barão de Cotegipe, João Maurício Wanderley (van der Ley).

    A questão é que mesmo com as cotas e uma série enorme de privilégios continaremos a promover o mais cruel mecanismo de concentração de renda no Brasil:

    http://xa.yimg.com/kq/groups/13772711/1414949310/name/Um+dos+mais+cruéis+mecanismos+de+concentração+de+renda+no+Brasil+-+Cópia.pdf

    E assim deixamos de atacar aquela que é a principal discriminação que temos: a espacial:

    http://xa.yimg.com/kq/groups/19582569/471619330/name/UNKNOWN_PARAMETER_VALUE
    http://xa.yimg.com/kq/groups/10758151/1092829296/name/Drogas+e+a+violência+%C2%96+Um+debate+sem+respostas.pdf
    http://xa.yimg.com/kq/groups/13772711/1001703886/name/O+impacto+econômico+da+violência+no+Brasil.pdf




    ResponderExcluir
  13. Tivemos na nossa história pessoas que lutaram pela liberdade, mas num sentido mais amplo, não como estás endo feito hoje, quando se promove diferenças "raciais". Tivemos um dos mais dignos brasieliros, hoje seria chamado de "afrodescendente", como do engenheiro e intelectual André Pinto Rebouças, que com o jurista Joaquim Aurélio Barreto Nabuco de Araújo, o engenheiro Alfred d’Escragnolle Taunay, o Visconde Taunay e o farmacêutico e jornalista José Carlos do Patrocínio, que seguramente seriam importantes nomes daquele que seria o nosso III Império.
    http://www.boehme.com.br/andrereboucas.pdf

    Mas esta questãode cotas nas universidades é uma ilusão, uma ilusão criada para uma penquena minoria que pode chegar à universidade, mas que tem dado transparência e projeção política a demagogos. O problema é que o mecanismo que destroi o potencial dosbrasileirinhos é cruel, continua cruel. De minha parte falta ao brasileiro, de todas as etnias, o entendimento do que são bens e serviços públicos:

    “Bens e serviços públicos têm como característica essencial a impossibilidade de limitar o seu uso àqueles que pagam por ele ou a impossibilidade de limitar o acesso a eles através de restrições seletivas, com uma única exceção eticamente aceitável: o privilégio ou benefício dado aos portadores de deficiência física ou mental, incluindo as advindas com a idade ou aquelas resultantes de sequelas de acidentes ou fruto da violência.” (Gerhard Erich Boehme)

    Já tivemos no Brasil como chefe da nação, do excecutivo nacional, um mulato, mas isso não é considerado. Já tivemos um 1º Ministro mulato, foi Ministro de Estado de inúmeras pastas, não numa época que designar ministros é feito ou serve para acomodar políticos ou fazer demagogia política, como é a nossa realidade atual, mas foi Ministro pelos seus méritos e grandes serviços prestados ao povo brasileiro, e mais que isso ocupou importantes cargos devido a este compromisso, que em seu tempo convivia com uma triste realidade, a escravidão, não como a atual que se dá via impostos, endividamento e preços abusivos dos produtos de empresas estatais, que assim absorvem os recursos que auferimos em função de nosso trabalho, talento, criatividade e empreendedorismo. Mas de uma escravidão que muitas vezes encobria a crueldade. Tivemos uma realidade muito diferente da que conhecemos atualmente, muitas vezes incompreensível. O próprio fato de termos um mulato como
    Chefe de Governo, a autoridade máxima do país, e ao mesmo tempo uma parcela da população escravizada foge a nossa compreensão nos dias de hoje, em especial aos que ainda não leram o livro de Leandro Narloch e Duda Teixeira, o “Guia Politicamente Incorreto da América latina”. O Chefe de
    Governo, o então 1º Ministro, era o Barão de Cotegipe, João Maurício Wanderley (van der Ley).

    A questão é que mesmo com as cotas e uma série enorme de privilégios continaremos a promover o mais cruel mecanismo de concentração de renda no Brasil:

    http://xa.yimg.com/kq/groups/13772711/1414949310/name/Um+dos+mais+cruéis+mecanismos+de+concentração+de+renda+no+Brasil+-+Cópia.pdf

    E assim deixamos de atacar aquela que é a principal discriminação que temos: a espacial:

    http://xa.yimg.com/kq/groups/19582569/471619330/name/UNKNOWN_PARAMETER_VALUE
    http://xa.yimg.com/kq/groups/10758151/1092829296/name/Drogas+e+a+violência+%C2%96+Um+debate+sem+respostas.pdf
    http://xa.yimg.com/kq/groups/13772711/1001703886/name/O+impacto+econômico+da+violência+no+Brasil.pdf




    ResponderExcluir
  14. “Bens e serviços públicos têm como característica essencial a impossibilidade de limitar o seu uso àqueles que pagam por ele ou a impossibilidade de limitar o acesso a eles através de restrições seletivas, com uma única exceção eticamente aceitável: o privilégio ou benefício dado aos portadores de deficiência física ou mental, incluindo as advindas com a idade ou aquelas resultantes de sequelas de acidentes ou fruto da violência.” (Gerhard Erich Boehme)

    Cotas não irão solucionar o problema da principal discriminação que temos no Brasil, a discriminação espacial:
    http://xa.yimg.com/kq/groups/19582569/471619330/name/UNKNOWN_PARAMETER_VALUE
    http://xa.yimg.com/kq/groups/13772711/1001703886/name/O+impacto+econômico+da+violência+no+Brasil.pdf
    http://xa.yimg.com/kq/groups/10758151/1092829296/name/Drogas+e+a+violência+%C2%96+Um+debate+sem+respostas.pdf

    E continuaremos a ter o mais cruel mecanismo de cncentração de renda do Brasil, agora apenas colocando uma percela infima de negros e mulatos nas universidades, ou estou errado?

    Leia: Um dos mais cruéis mecanismos de concentração de renda no Brasil
    http://xa.yimg.com/kq/groups/13772711/1414949310/name/Um+dos+mais+cruéis+mecanismos+de+concentração+de+renda+no+Brasil+-+Cópia.pdf

    ResponderExcluir
  15. http://cavaleiroconde.blogspot.com.br/2012/11/o-movimento-negro-e-um-desservico.html


    ResponderExcluir
  16. Esse vídeo foi feito para debochar e desmoralizar os negros?

    ResponderExcluir
  17. O Sr. da Rede Nacional será que ignora que meus malvados ancestrais europeus só compraram escravos, pq seus lindos irmãos negros da Africa, que agora são as elites corruptas de Angola, Moçambique e Benin eram traficantes de escravos? Claro que não. Na cabecinha vazia do afro-analfabeto, só os brancos são maus. Os brancos criaram essa coisa malvada chamada "abolicionismo", mas sempre são maus. Trouxeram a igualdade de todos perante a lei e a democracia. Mas sempre são maus. Maravilhosos mesmo são os negros, que escravizaram seus inimigos de tribo e os venderam os árabes, aos europeus e até aos chineses.

    ResponderExcluir
  18. O racismo e a xenofobia usam da mesma tática: criam estereótipos distorcidos e os atacam como se eles representassem todo um grupo. Loiras são burras, negros são incapazes, portugueses são burros, todos exemplos disso.
    Esse vídeo não me ataca porque esse estereótipo branco-elite não me serve, mas espero imensamente que esse discurso não represente a opinião de todos os negros, e que não sirva de estímulo para o racismo de negros contra brancos.

    ResponderExcluir
  19. começo a pensar que erramos ao não fazer igual a argentina com relação a libertação dos escravos

    ResponderExcluir
  20. Ao invés de tentar melhorar a escola publica e fazer algo por todos que sofrem nos dias de hoje, ficam usando de coitadismo histórico para obter vantagens. Os japoneses, índios e etc também sofreram historicamente no brasil e nem por isso ficam com essa choradeira. Pior ainda é ver um discurso num vídeo que mais parece ser de uma de ideologia nazista que qualquer outra coisa.
    A escravidão acontecia na Africa entre os próprios negros, o ser humano é cruel um com o outro independente da etnia. Triste é ver essa mentalidade estupida de exclusão por etnia nos dias de hoje. Mesmo comportamento que as pessoas que tanto prejudicaram seus antepassados tiveram.

    ResponderExcluir
  21. http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/geral/vestibular/noticia/2012/08/estudo-aponta-que-cotistas-negros-da-ufrgs-tem-desempenho-pior-do-que-outros-alunos-3839890.html

    A reportagem fala por si mesma. Tirar oportunidades de pessoas mais qualificados em benefício de um grupo com baixo acompanhamento e altas taxas de evasão. As políticas públicas devem começar a partir da educação básica, não da superior.

    ResponderExcluir
  22. O que vocês estão fazendo é escondendo o ódio por outra raça (racismo) atrás de um "coitadismo"! Essa negra do video deveria saber que o presidente dos EUA é negro e o cara que tá julgando a branquelaiada no mensalão é outro negro!Olha, eu acordo as 4 da manhã, ganho 1000 reais por mês, tenho 2 filhas e as crio com dignidade, tenho minha mulher e conclui a minha faculdade PUBLICA porque eu estudei para que isso fosse possível! Sou BRANCO e não vejo motivo pra negro ter cota! Afinal, se somos todos iguais não há porque ter cotas... A não ser pelo racismo que vem dos PROPRIOS NEGROS!

    Então minha filha, você que fez o video falando ai negrinha! vai tomar no meio do seu cu preto! E deixa o meu saco branco em paz!

    ResponderExcluir
  23. O que vocês estão fazendo é escondendo o ódio por outra raça (racismo) atrás de um "coitadismo"! Essa negra do video deveria saber que o presidente dos EUA é negro e o cara que tá julgando a branquelaiada no mensalão é outro negro!Olha, eu acordo as 4 da manhã, ganho 1000 reais por mês, tenho 2 filhas e as crio com dignidade, tenho minha mulher e conclui a minha faculdade PUBLICA porque eu estudei para que isso fosse possível! Sou BRANCO e não vejo motivo pra negro ter cota! Afinal, se somos todos iguais não há porque ter cotas... A não ser pelo racismo que vem dos PROPRIOS NEGROS!

    Então minha filha, você que fez o video falando ai negrinha! vai tomar no meio do seu cu preto! E deixa o meu saco branco em paz!

    ResponderExcluir
  24. Nossa, como vcs são nojentos!!! Fazer um vídeo desses e se fazer de coitados não ajuda nenhum negro a superar suposto racismo algum. Vcs são bandidos dessas Ongs que querem dinheiro público pra ajudar a engenharia social a degradar ainda mais a sociedade e aumentar o abismos entre as pessoas. Tenho nojo de gente como vcs!!!

    ResponderExcluir
  25. Poxa, quem se reserva à privada da vida são vocês mesmos. Sabe por que? Porque são fracos, não têm competência nem capacidade para enfrentar as dificuldades da vida, que a todos se impõem.
    Além de incompetentes, são invejosos e covardes. Vivem de querer prejudicar o próximo, e não têm escrúpulos em tentar fazê-lo.
    Vocês se enganam: AGORA TUDO NÃO É DE VOCÊS. Vocês acham, mesmo, que sem saber sequer falar direito ou somar 2 + 2 vão conquistar algo? Farejo um analfabeto funcional a léguas de distância. E nada vai alterar essa deficiência de alma que vocês carregam: continuarão sendo profissionais de segunda classe, posto que o DIPROMA não terá serventia alguma.
    Querem um conselho? Estudem, perseverem, deixem suas almas crescer.
    Esta é a fala de alguém que venceu na vida, sem puxar o tapete de ninguém, apenas estudando e trabalhando. Ah, e digam pra menina boçal que acordar cedo, trabalhar e estudar não é demérito, muito menos carga só de negros: É MEIO DE VIDA, É PRA QUEM NÃO TEM MEDO DE IR À LUTA.

    ResponderExcluir
  26. Ah, um pouco de História, já que vcs não estudam mesmo:

    1) Se alguém trabalhou, em regime de escravidão, foram seus antepassados, e não vcs.

    2) Quem caçava negros na África, para escravizá-los, ERAM OS PRÓPRIOS NEGROS.

    3) Os negros NUNCA foram escravizados por causa da cor. A escravidão é mais antiga que a vinda de africanos para as Américas. Os negros foram escravizados, simplesmente, porque eram fracos enquanto grupos socias, ou seja: eram escravizáveis.

    4) É o cúmulo da imbecilidade querer que alguém, 150 anos depois, seja responsável pela escravidão.

    Enfim, vão estudar.....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os indios do Brasil nunca se deixaram escravizar.

      Excluir
  27. Video racista. Vc deveria ser presa!!!

    ResponderExcluir
  28. Video RACISTA! Vc deveria ser presa!

    ResponderExcluir
  29. Que coisa feia, falar essas coisas...

    ResponderExcluir
  30. Você me deu nojo. Você tá se aproveitando da sua raça pra justificar esse vídeo ridículo que não justifica nada, só se gaba por uma lei de cotas injusta. A ideia do vídeo é que só negros moram em favela, trabalham de doméstica?? PELO AMOR DE DEUS, ISSO É FALTA DE UMA PICA. Eu sempre estudei em colégio particular mas sempre com bolsa e, pelo que vejo, com certeza, não devbo ter uma situação melhor que a dessa vadia do vídeo. As cotas, então, deveriam ser pra quem estuda nos colégios estaduais de que você reclamou no vídeo. Se negro só tem condiçãode estudar lá (como você diz), então a cota será justa

    ResponderExcluir
  31. Porque não usam esta volúpia para melhorar o ensino público. Um vídeo bem produzido artisticamente, mas de conteúdo grosseiro e mais racista que a Alemanha Nazista. Pobres daqueles que usam a raça como auto-afirmação.

    ResponderExcluir
  32. Jamais vi vídeo mais falacioso do que esse. Logo de cara vejo umas 4 falácias. É mais uma vez o exemplo do afro-coitadismo, onde é mais fácil alegar uma dívida histórica (diga-se de passagem com gerações depois daquela que cometeu as atrocidades de fato) do que tirar a bunda inútil fazedora de filhos e parasita da cadeira (e digo isso pra todas as classes sociais que usam de coitadismo pra conseguir benefício fácil e sem trabalho) pra estudar e contribuir pra evolução da sociedade. Lamentável, extremamente lamentável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. dá vontade de mandar ela pra áfrica viver a vida de uma criança subsaariana e mandar a criança pra cá... com certeza a criança vai dar mais valor ao trabalho no mercado e à educação, mesmo q podre, do q ela...
      e manda ela pra um lugar onde a morte eh constante, onde não há água... ela não quer educação... o motivo de raiva dela eh não ter smartphone nem carro...
      querida, eu não tenho smartphone, nem carro, nem iate... mas tenho minha vaga na federal com muito esforço pra entrar e mais ainda pra me formar... entrar na federal eh fácil, quero ver eh se formar... quem não tem compentência que não se estabeleça!!

      Excluir
  33. Esse discurso é MUITO racista e incoerente, sou pardo e me senti assustado com isso. Tipo de gente que não sabe ouvir racionais direito. Oque hitler fazia não era muito diferente. Essa luta pela educação não é sua, nem só dos negros, é do País inteiro. E antes de chorar pq não vai passar no vestibular, pense nos indigenas que nem portugues falam e morrem enquanto escrevo isso.

    ResponderExcluir
  34. Sou branco, estudei minha vida toda em escola pública. E vi um colega que não conseguiu "vencer na vida"(ao menos não até agora). Ele estudou comigo, mas não conseguiu concluir o ensino médio. ele teve de trabalhar desde cedo porque sua familia não tinha condições de sustentá-lo. Nunca teve incentivo em casa para estudar, porque trabalhar e trazer dinheiro para casa era mais importante. Mas ele quer cursar uma faculdade, mas o sistema de cotas não vai ajudá-lo, porque ele é BRANCO...

    ResponderExcluir
  35. Sou branco, estudei minha vida toda em escola pública. E vi um colega que não conseguiu "vencer na vida"(ao menos não até agora). Ele estudou comigo, mas não conseguiu concluir o ensino médio. ele teve de trabalhar desde cedo porque sua familia não tinha condições de sustentá-lo. Nunca teve incentivo em casa para estudar, porque trabalhar e trazer dinheiro para casa era mais importante. Mas ele quer cursar uma faculdade, mas o sistema de cotas não vai ajudá-lo, porque ele é BRANCO...

    ResponderExcluir
  36. Cada um tem o que merece. Se quer algo, lute por isso. Mas não, vamos bancar "os coitadinhos". Sabe porque a maioria dos negros e dos pobres ainda estão na merda? Por ficar se lamentando, em vez de tirar suas bundas da favela e se mexerem para conseguir algo na vida. E mesmo que estudem em uma USP da vida, os brancos ainda serão mais qualificados. Porque eles têm inteligência, enquanto vocês têm a cor da pele.

    ResponderExcluir
  37. Espero que a atriz(ou quem escreveu essa incitação de ódio) do video seja processada e presa como uma boa racista.

    Você está por dentro dos vários movimentos racistas que existem? Golden Dawn, Geração Identidaria, KKK, e que a cada dia eles ganham mais força? Sabia que o Brasil já refundou o partido ARENA que norteou a ditadura? Sabia que na ditadura a situação do negro era muito pior que hoje? Sabe o que essas incitações ao ódio, orgulho negro, consciência negra, e medidas judiciais a favor dos negros como essa cotas trazem para a sociedade? MAIS racismo. MAIS discriminação. Sabe porque o Nazismo surgiu, né? Pois é, dá uma pesquisadinha. Todos os movimentos extremistas contra os negros surgiram quando eles querem ser oportunistas, como vocês desses sites.

    E sabe quem acaba pagando por isso? Eu, que sou pardo, namoro uma branca, e sou discriminado por isso por brancos e os próprios negros.
    Sabe quem mais paga por isso? Os negros de bem, honrosos, dignos, esforçados, que conseguiram adentrar a universidade sem esmola(que ao contrário do que você pensa, SÃO MUITOS!).

    Se você acha que está revoltada, você não imagina a revolta que despertou e o quanto de negros, pardos, mestiços que nada tem a ver com a sua opinião estão sofrendo agora pelo seu preconceito contra brancos.
    Espero sinceramente que você seja presa!
    Se um dia eu for por vala, te agradeço muito ter contribuído para isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. cara, eu acho q vc eh admirável, vc sim, pode falar por todos... o povo acha a quantidade de melanina na pele eh desculpa pra se fazer de coitadinho...
      eu tb espero q ela seja presa, pq eu já fui acusada de racismo ao dar um fora num cara na balada... ele fez o maior fuzue q eu não queria ele pq ele era negro... mas ele chegou em mim dizendo q adorava ruivas...
      isso eh triste, os pretos são responsáveis pelo racismo que ainda existe..
      acham lindo a figura de malandro ouvindo rap sobre crime.. acham lindo mostrar a bunda no carnaval e ter ginga.. eles se inferiorizam, se colocam com aparência de bandido, as mulheres se tornam objetos, e qdo tentam se fazer ouvir, vira esse discurso de ódio ao q eh diferente..
      eu espero q esse grupo seja investigado e preso... não por querer direitos, ser ouvidos, mas da forma como o fazem

      Excluir
  38. Esse vídeo é ruim, e se representa o que vocês têm a dizer, isso é lamentável. Sugiro que leiam com atenção o discurso do link abaixo. Esse sim, cheio de razão, sabedoria, e caráter. Abraços.

    http://wwwcopypaste.blogspot.com.br/2004/12/traduo-do-discurso-i-have-dream-por.html

    ResponderExcluir
  39. A verdade é que o erro já começa desde a aplicação de recursos para o ensino infantil - o chamado fundamental - para as escolas públicas. O governo é omisso, pois sabe que a educação começa na idade escolar e é nessa idade que precisamos de uma escola digna e professores capacitados para que, no futuro não muito distante, esse aprendizado some com os demais afim de formar homens dignos e de caráter invejável como o do ex relator e hoje PRESIDENTE DO STF, o Joaquem Barbosa. E isso não tem nada a ver com cota racial ou pobreza ou brancura ou pretura e por aí vai...O que falta sim é o comprometimento do governo na questão da EDUCAÇÃO BÁSICA neste país, isto é , vergonha na cara.

    ResponderExcluir
  40. Parabéns, para sua vitória você precisa de cotas, ajudas do governos. Realmente sempre acreditei que etnia não definia sapiência, mas depois de um vídeo desse e um comentário acima, tenho lá minhas dúvidas. Coitados.

    ResponderExcluir
  41. Blog denunciado ao Google e a Safernet por incitar o ódio racial.

    ResponderExcluir
  42. ah então vocês querem vingança?é isso?cai dentro e veja se nossa raça não bota vocês de volta ao lugar em que NÓS permitimos vocês sairem

    ResponderExcluir
  43. http://sphotos-c.ak.fbcdn.net/hphotos-ak-snc6/198258_412062388863944_2047279737_n.jpg

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a mulher do vídeo não precisaria de cotas se estudasse ao invés de gravar videos incitando ódio

      Excluir
  44. "A lei das cotas não é errada porque “favorece” o negro, é errada porque os trata diferente! Se não for mais necessário que todos sejam iguais perante a lei todo tipo de aberração poderá surgir, inclusive contra os negros. Não é prudente dar ao governo o poder de praticar o mal no futuro, mesmo que ele prometa utilizá-lo para o bem hoje."Armando Rezende

    ResponderExcluir
  45. Carlos Silva Pereira23 de novembro de 2012 23:19

    Uau, somos racistas e eu não sabia. Chega a ser patético ver um negro [geralmente latino, do 3º mundo] revoltadinho com o mundo ao achar que o caráter de sua decadência tem justificativas antepassadas. Ou seja, o sujeito não estuda, é majoritariamente vagabundo, e depois diz que a universidade não é mérito, é "não sei que lá, você não merece entrar lá" huahauhauha Olhem os comentários no vídeo que vcs fizeram, vcs agora são uma das maiores piadas do ano. No mínimo vai ser engraçado ver racistas como vocês alegando que não existe o discurso coitadista, vitimista, o discurso do pobre coitado. E olha que nem estamos falando de pobres, mas de negro, porque EU SOU NEGRO E TENHO VERGONHA DE VOCÊS.

    ResponderExcluir
  46. "A lei das cotas não é errada porque “favorece” o negro, é errada porque os trata diferente! Se não for mais necessário que todos sejam iguais perante a lei todo tipo de aberração poderá surgir, inclusive contra os negros. Não é prudente dar ao governo o poder de praticar o mal no futuro, mesmo que ele prometa utilizá-lo para o bem hoje."Armando Rezende

    ResponderExcluir
  47. O desabafo de uma racista negra,ah! ah! ah!
    Provavelmente os brancos tem os melhores índices por que estudam, batalham por bolsas em faculdades e cursos. Você já viu alguém branco pedindo no sinal? Dificilmente...Mas por que? Por que temos coragem de ir a uma escola. As pessoas que você ver pedindo, franelinha, não é falta de oportunidade, é preguiça, pura preguiça. Tem muito negro ai, Juiz, médico, piloto de avião. Mas por que? Por que estudam! COTA RACIAL, foi feita para pessoas negras que tem preguiça de estudar e quer ter sua vaguinha

    ResponderExcluir
  48. Ela fala tanto que não se comove, mas acho que se importa... Ela quase fala "sou uma merda, mimimi, preciso de cotas". kkkkk Tenho amigo negros que são contra as cotas, e apoio a visão deles

    ResponderExcluir
  49. Legal que toda vez que ela fala sobre eles,no caso os pobres e estudantes de escola publica, ela sempre enfatiza NEGROS ou quando fala da classe media e coisas do tipo ela enfatiza BRANCOS.
    Simplesmente ridículo seu discurso pregando essa briga vergonhosa de classes sociais, cor de pele, etc...
    Vergonhoso e racista.

    ResponderExcluir
  50. rsrs... Cade o pessoal pra apoiar vcs ? sério, que vergonha.. que lixo. Tira isso da internet k.

    ResponderExcluir
  51. Esse movimento negro brasileiro caiu nesse truque da elite branca de cotas? Sim um truque para que os playboys da elite continuem a discriminar os negros os chamando de inferiores e desqualificados.

    ResponderExcluir
  52. 10.000 anos de civilização... e o que os negros criaram? Na Europa surgiram matemáticos, filósofos, músicos, astrônomos, legisladores... e na África... surgiu gente fazendo guerra e vendendo seus semelhantes como escravos. NADA produziram de relevante para a civilização -- aliás, a maioria dos povos africanos nunca nem chegou ao status de civilização.

    Eu não tenho medo de perder a minha vaga para um negro, nem para qualquer um que entre pelo sistema de cotas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc acha?Tivemos o Egito,A influente civilização Etíope,a Universidade de Timboctu que era a maior Universidade do mundo até ser destruída por estrangeiros, as expressões de arte de terracota e etc. Mas eu culpo muito mais o MINISTÈRIO DA EDUCAÇÃO do que a vc por ser tão ignorante e preconceituoso.

      Excluir
    2. E o Egito, e a civilização etíope com as suas Lalibelas, rainhas candances e etc?, e a Universidade de Timboctu que já chegou a ser a maior faculdade do mundo que já foi frequentada tanto por europeus, quanto africanos, quanto asiáticos? E as terracotas do Império de Benim? dentre outros exemplos? Mais eu culpo muito mais o M inistério da Educação do que a você por ser tão ignorante.

      Excluir
  53. Vídeo racista, discurso de ódio.

    ResponderExcluir
  54. Olha eu até sei que existe desigualdade e tal, mas saiba que sou branca azeda e meus pais sempre foram pobres, estudei a vida toda em escola publica, passei muitas dificuldades e nunca ganhava nada! Se eu precisasse de uma xuxinha pro cabelo eu tinha que trabalhar ... Trabalho desde os nove anos.
    Hoje faço faculdade e entrei por competência.
    Quem verdadeiramente quer estudar consegue!

    ResponderExcluir
  55. Parabéns pelo que conquistaram com este vídeo racista: despertar ainda mais racismo por parte de brancos, negros, pardos, o que for.

    Pensamento racista não escolhe cor, e infelizmente se manifesta em qualquer etnia. E racismo gera racismo.
    A prova são os dois primeiros comentários aqui (Anônimo e Renajune). Não se trata do diálogo entre branco e negro. Trata-se do diálogo entre racista e racista. Parabéns.

    Felizmente, discursos como este estão ficando no passado, e dá pra ver pelo número enorme de 'dislikes' no Youtube que existe reprovação a esse tipo de postura. Tá inclusive cheio de comentários como 'sou negro e fiquei com vergonha desse vídeo'. Eu sou multiétnico e fiquei com vergonha desse vídeo. Vergonha por pertencer a uma espécie que ainda insiste em se dividir em guetos por causa de cor de pele.

    Abraços, espero que possam refletir sobre isso.

    ResponderExcluir
  56. Parabéns pelo que conquistaram com este vídeo racista: despertar ainda mais racismo por parte de brancos, negros, pardos, o que for.

    Pensamento racista não escolhe cor, e infelizmente se manifesta em qualquer etnia. E racismo gera racismo.
    A prova são os dois primeiros comentários aqui (Anônimo e Renajune). Não se trata do diálogo entre branco e negro. Trata-se do diálogo entre racista e racista. Parabéns.

    Felizmente, discursos como este estão ficando no passado, e dá pra ver pelo número enorme de 'dislikes' no Youtube que existe reprovação a esse tipo de postura. Tá inclusive cheio de comentários como 'sou negro e fiquei com vergonha desse vídeo'. Eu sou multiétnico e fiquei com vergonha desse vídeo. Vergonha por pertencer a uma espécie que ainda insiste em se dividir em guetos por causa de cor de pele.

    Abraços, espero que possam refletir sobre isso.

    ResponderExcluir
  57. Esse vídeo racista é um desserviço à causa da igualdade de direitos e deveres entre todas as etnias.
    Racismo gera racismo, venha de que lado vier.

    Fiquei com vergonha ao assistir a esse vídeo. Não por ser negro, nem por ser branco. Mas por ser de uma espécie que ainda não aprendeu a deixar de segregar as pessoas em guetos cercados pelo ódio, por causa de cor de pele.

    Sou absolutamente contra cotas racistas, digo, raciais. Mas já vi argumentos inteligentes defendendo a ideia. Mas não neste vídeo. Neste vídeo eu vejo apenas vergonha e tristeza.

    Torço para que esse tipo de absurdo fique no passado, junto aos discursos de Hitler e da Ku Klux Klan. Estarão em ótima companhia.

    Abração, espero que possam refletir sobre isso.

    ResponderExcluir
  58. http://cavaleiroconde.blogspot.com.br/2012/11/a-alegada-culpa-coletiva-dos-brancos.html

    ResponderExcluir
  59. LEI Nº 9.459, DE 13 DE MAIO DE 1997
    Art. 1º Serão punidos, na forma desta Lei, os crimes resultantes de discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional."
    "Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

    Pena: reclusão de um a três anos e multa.

    Por que essa lei só funciona contra brancos? Pra mim este vídeo tem todas as características para ser enquadrado nesta Lei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pq eles são coitadinhos que só sofrem, e todos os brancos tem uma empregada preta que eles escravizam... afff eu tô cansada desse lixo que eh o brasil...

      minha mãe pagou por duas escolas, a minha (particular com muito sacrifício) e a dessa mulherzinha que falou no vídeo (com os impostos)... ela nem sabe o que quer, ela só quer brigar...

      se a sociedade está se livrando do preconceito de cor, essa turba de juventude negra está querendo fazer voltar o racismo, só pra poderem acusar os brancos de racistas qdo discordarem deles... eh incrível, não!!
      qual vai ser a próxima? invadir minha casa, me saquear o pouco que tenho e falar que eh por causa da dívida histórica?? (eu nem tenho dívida nenhuma com preto algum, nem meus antepassados... sou decedente de judeu, então enquanto eles tavam na senzala sendo chicoteados, meus antepassados passavam fome em campos de concentração, tendo os corpos mutilados com experiências "médicas" sem anestesia pra, por fim, morrer numa câmera de gás)
      nem por isso eu aponto o dedo na cara de um alemão falando que eu tenho direito de ser agressiva...

      povo ignorante eh foda... isso só tá incitando mais racismo!!

      Excluir
  60. esse vídeo é ridículo!
    Não é por que é branco, de classe média que é rico!
    Minha namorada é branca, classe média, mas não tem como pagar um curso de medicina! eu sou branco, de classe média e não posso estudar geografia na PUC! e nem uma pública, pois preciso trabalhar!
    não é por ser negro que a pessoa tem menor capacidade intelectual, somos todos iguais! essa pessoa do vídeo faz um ataque racista, contra os brancos e principalmente contra os próprios negros, sou contra cotas raciais, até por que só existem negros pobres??? esse vídeo estimula uma briguinha medíocre entre negros e brancos!
    vamos entender para que seriam as cotas na teoria:
    1º seria uma medida paliativa, ou seja, temporária para que houvesse investimentos no ensino público, para que alunos das escolas do governo pudessem competir em igualdade de condições com os alunos da rede privada! mas o que rá por algum tempo se tornou uma constante!
    2º deveria se ter um estudo sobre a renda da pessoa, para o curso que ela quer na universidade, se uma família tem uma renda de 6 mil reais, como vai pagar um curso que na rede particular é 5 mil???? impossível!
    A CLASSE MÉDIA NÃO É A CULPADA!
    essa liga, organização ou sei lá o que da juventude negra É TÃO BURRA! que está mudando o foco da luta dos jovens!
    a luta não é entre brancos e negros! nem entre as classes c e d com a classe média; a luta é contra as classes dominantes, e contra um governo corrupto, que sucateia o ensino público para lucrar com a rede privada!!!!
    ninguém vai as ruas quando tentam organizar alguma manifestação! é muito fácil postar um vídeo na internet e falar um monte de MERDA
    negros! tem a mesma capacidade intelectual dos brancos, mas temos que mudar a realidade do ensino público! e não colocar a culpa na classe média, que também sofre com um governo elitista e corrupto!
    sou branco e de classe média...e desculpa, não tenho um Iati! essa pessoa do vídeo também podia trabalhar e tentar pagar uma faculdade igual eu "branco" fiz! palhaçada!

    ResponderExcluir
  61. esse vídeo é ridículo!
    Não é por que é branco, de classe média que é rico!
    Minha namorada é branca, classe média, mas não tem como pagar um curso de medicina! eu sou branco, de classe média e não posso estudar geografia na PUC! e nem uma pública, pois preciso trabalhar!
    não é por ser negro que a pessoa tem menor capacidade intelectual, somos todos iguais! essa pessoa do vídeo faz um ataque racista, contra os brancos e principalmente contra os próprios negros, sou contra cotas raciais, até por que só existem negros pobres??? esse vídeo estimula uma briguinha medíocre entre negros e brancos!
    vamos entender para que seriam as cotas na teoria:
    1º seria uma medida paliativa, ou seja, temporária para que houvesse investimentos no ensino público, para que alunos das escolas do governo pudessem competir em igualdade de condições com os alunos da rede privada! mas o que rá por algum tempo se tornou uma constante!
    2º deveria se ter um estudo sobre a renda da pessoa, para o curso que ela quer na universidade, se uma família tem uma renda de 6 mil reais, como vai pagar um curso que na rede particular é 5 mil???? impossível!
    A CLASSE MÉDIA NÃO É A CULPADA!
    essa liga, organização ou sei lá o que da juventude negra É TÃO BURRA! que está mudando o foco da luta dos jovens!
    a luta não é entre brancos e negros! nem entre as classes c e d com a classe média; a luta é contra as classes dominantes, e contra um governo corrupto, que sucateia o ensino público para lucrar com a rede privada!!!!
    ninguém vai as ruas quando tentam organizar alguma manifestação! é muito fácil postar um vídeo na internet e falar um monte de MERDA
    negros! tem a mesma capacidade intelectual dos brancos, mas temos que mudar a realidade do ensino público! e não colocar a culpa na classe média, que também sofre com um governo elitista e corrupto!
    sou branco e de classe média...e desculpa, não tenho um Iati! essa pessoa do vídeo também podia trabalhar e tentar pagar uma faculdade igual eu "branco" fiz! palhaçada!

    ResponderExcluir
  62. se não gostaram me mandem um email! c.ageografia@hotmail.com estou revoltado com vocês!
    me senti ofendido pelos seus ataques racistas!

    ResponderExcluir
  63. Não vejo com bom olhos essa distinção racial, o critério de seleção deveria estar voltado a condição econômica, entre um negro pobre e um branco pobre as chances de entrar em uma boa faculdade são iguais. Pensar de outra forma, não seria aceitar implicitamente que um grupo pode ter melhores condições biológicas ?

    ResponderExcluir
  64. Meritocracia, apenas isso.

    ResponderExcluir
  65. Texto burro pois generaliza que todo homem branco é tal coisa.
    Texto burro pois muitos brancos tem avós negras, e é uma idiotice classificar pessoas como vocês fazem.
    Texto burro pois não se combate discriminação criando discriminação, vocês são racistas de merda e merecem toda escoria do mundo!
    Texto burro pois é um VÍDEO RACISTA, SEPARATISTA E CRIMINOSO!!!

    ResponderExcluir
  66. Este vídeo é absolutamente um absurdo, uma vergonha. Extremamente racista e preconceituoso. Instiga a raiva e ódio de uma "classe" sobre outra, de uma "raça" sobre outra. Tudo o que é execrado pelos próprios negros.
    Este ripo de vídeo é ofensivo, e neste exato momento estou encaminhando este e outros materiais recolhidos deste blog para encaminhar ao ministério publico, por racismo, crime inafiancavel.

    ResponderExcluir
  67. eu estou extremante estarrecia com a reaçao das pessoas com o video!! o video é um tapa na cara da sociedade, fala tudo sem fricote! descarrega (e pouco ainda) tudo que os negros já sofreram na história... cotas é o mínimo! e pra não acharem q estou sendo tendenciosa, já aviso, não sou negra, sou mulher, branca, de etnia mista e apóio 100% o sistema de cotas! é o mínimo!

    ResponderExcluir
  68. eu estou extremante estarrecia com a reaçao das pessoas com o video!! o video é um tapa na cara da sociedade, fala tudo sem fricote! descarrega (e pouco ainda) tudo que os negros já sofreram na história... cotas é o mínimo! e pra não acharem q estou sendo tendenciosa, já aviso, não sou negra, sou mulher, branca, de etnia mista e apóio 100% o sistema de cotas! é o mínimo!

    ResponderExcluir
  69. eu estou extremamente estarrecida com a reação das pessoas a esse vídeo. o video é otimo! fala tudo sem fricote! descarrega (e pouco) todo sofrimento que os negros já passaram na história e ainda passam. cotas é o mínimo! e antes que achem que estou sendo tendenciosa, já aviso, não sou negra; sou mulher, branca e de classe média! apóio 100% o sistema de cotas. é o mínimo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueceu de dizer que é mal educada, repetindo a mesma coisa...

      Excluir
    2. Nós não precisamos ler três vezes a mesma mensagem.

      Excluir
    3. Então... não seria melhor então cotas para pobres? Esse negócio de que apenas os negros sofreram na história é bobagem. Qualquer um, que não faltou em uma aula de história, sabe que os indigenas também foram muito explorados (e em suas proprias terras, olha que coisa), então daremos cotas a eles também.
      Outro dado histórico: Sabe quem vendia os negros para os traficantes de escravos? Os PROPRIOS NEGROS, de tribos que os venciam em combate e se achavam no direito de fazer o que quisessem com os derrotados. Como proceder nesses casos? Cobrar de sua própria raça o porque eles foram vendidos? Serão capazes de guerrear assim com seus iguais, com tanto fervor e ódio? Por que nao vão lá agradecer à outra parcela que "faturou" com o mercado escravo, e pedir cotas também? Aproveitem e mandem lembranças...

      Excluir
  70. Analgésico da SIlva26 de novembro de 2012 07:17

    Coloca para fora todo o racismo, todo o ódio e os complexos marginais de uma parcela de radicais ativistas negros e se arvora a falar em nome de todos... Duvido que tenham apoio de toda a comunidade afrodescendente. Duvido muito! É uma ofensa descarada à nossa constituição e a república. É uma promoção do crime e seus autores deveriam ser julgados e condenados por fazer apologia de ação criminosa... Pela fala da personagem, dá impressão que se trata de algum outro país e não do brasil... Desde quando somente os negros estão submetidos às mazelas mencionadas? Estão pregando a segregação criminosa, agora contra brancos? Não se sentem envergonhados de ter combatido com tanto vigor esse problema na áfrica do sul e agora se sentem à vontade em repetir a mesma conduta criminosa e vergonhosa contra os brancos no brasil? Que mente bestial se aplica a fazer apologia criminosa desse jeito dentro do governo petista? Temos de repelir essa atitude covarde de meia dúzia de radicais esquerdistas e trabalhar para unir nosso povo e não dar espaços a ações bestiais como essa?

    ResponderExcluir
  71. Então... Eu concordo com o João Neto. Acho que as cotas deveriam ser para a população de baixa renda em geral, e não para a negra, somente. Acho que, as vezes rola um radicalismo. Não estamos aqui para ficar com hipocrisia, afinal o Brasil é um país extremamente racista (sou negra e sinto isso na pele, todos os dias). Acontece que eu percebo por parte de alguns grupos da comunidade negra uma "coisa" de que todo negro tem que ser pobre e sofredor. O cara não pode vencer e estudar em escola particular ou ganhar um carro de presente de formatura. Parece que para uma parcela da população negra, isso "embranquece" o cidadão... Sempre fui, e sempre serei a favor da causa negra, amo minha raça... Só não gosto mto desses posicionamentos extremos...

    Julia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha vc esta certa pelo q disse aprovo cada coisa q disse, talvez se esse vídeo desse esse foco seria muito melhor! A maior falha q existe e nos rotularmos!

      Excluir
    2. Dona Julia, parabéns. Vagas em universidades publicas? Só para quem estudou em escola publica. Estudou em escola particular? Que pague pelos estudos superiores em escolas pagas.

      Excluir
  72. Porra...

    Eu não tenho escravo, nem meu pai teve, nem meu avô, nem muito menos meu bisavô, sairam do libano com mão atrás e outra na frente, chegaram aqui e sofreram preconceitos como todos vocês, só que diferente de vocês todos eles correram atrás do prejuízo e não ficam se fazendo de coitados, pedindo esmola.

    Como diz um grande amigo meu, "sou negro e entrei na faculdade pelo meu mérito ando de cabeça erguida, tenho pena de quem aceita esmola e ainda se vangloria!"

    Mas é isso ae, vocês estão sendo massa de manobras e nem perceberam que o mesmo sistema de cota feito nos EUA, na decada de 70 foi um fiasco pois só facilitou para negros de classe média, a grande porção continuou como estava.

    Não Sou:
    Nem Negro, Nem Índio, Nem Homossexual, Nem Assaltante, Nem Guerrilheiro, Nem Invasor De Terras.
    Como Faço Para Viver No Brasil Nos Dias Atuais?

    ResponderExcluir
  73. Ridículo e racista!!!! Quem produziu esse lixo deveria ter vergonha do que fez! Não contribui em nada quanto a questão racial no Brasil, apenas destila ódio e rancor...

    ResponderExcluir
  74. Olha Nunca vi uma pessoa ser tão racista como essa, fala tanto de pensarmos em nós mesmo q só ta vendo ela mesma, esquecendo q todos somos seres humanos, temos os mesmo ossos, e esquecendo q muito branco pensa assim, q não diferencia cor negro, amarelo, vermelho, vc sinceramente demonstrou sua falta de caráter, e conhecimento sobre o povo, vc esqueceu quantos de nós tbm somos pobres, e tbm não temos condições de muitas vezes dar oq comer a nossos filhos, ou o quanto trabalhamos, então na boa cala a boca, Pq a maior racista ta sendo vc mesma!
    Me desculpe ate oq vou falar, mas tem muitas pessoas q não ve a diferença, mas com esse vídeo vcs mesmo colocaram essa diferença, isso foi uma ofensa a quem defende!
    Estão revoltados reclamem com os governadores.
    Nosso país esta assim por causa desse pensamento pensar em si próprio e não ao todo.

    ResponderExcluir
  75. Engraçado que preconceito e RACISMO (sim) contra outras classes e raças feitas por um negro, pode, é normal. Agora, se fosse ao contrário, era cadeia e sem fiança. Ah é, esqueci que o negro é a única raça desfavorecida, a única pobre, a única humilde, a única que mora em favelas, a única que tem empregos de baixo orçamento...droga, esqueci disso...só que não. Isso é preconceito sim e racismo puro. só que foi um negro quem fez, certo? Então pode, não tem problema e não resultará em nada, mesmo se for levado à juízo. E sim, anônimos postam em anonimato, pois qualquer coisa que seja dita contra um negro é motivo de processo e acusação de racismo. Então, não é covardia e sim auto preservação. E só para constar nos autos...eu sou negro e com orgulho da minha raça. Vi um comentário sobre esse vídeo e achei formidável pois foi bem o meu caso:

    "Estudei com muitos negros ao longo dos anos e, posso afirmar, que nenhum deles entrou por sistema de cota. Todos foram esforçados, estudaram e passaram. Basta querer, basta estudar. esse papinho de "sou desfavorecido", "não tenho oportunidade" é tudo uma tremenda MERDA! Não é a escola quem faz o aluno, é o aluno quem faz a escola. Por mais que tenham greves, falta disso, falta daquilo, se você pegar a porra do livro e estudar...você aprende! E sempre, sempre mesmo, terá algum professor disposto a tirar suas dúvidas, pois ele ficará muito feliz e orgulhoso de ver que, mesmo com todas as dificuldades do sistema de ensino, existem alunos se esforçando pra valer, buscando aprender mais e mais. Então não venha falar que é pq estuda em escola pública (conheço vários médicos excelentes vindos de escolas públicas), que é pq mora na favela, que você é pobre/humilde, que as portas não irão se abrir ou será menos favorecido. Isso é desculpinha de gente medíocre e que não possui capacidade de ser algo ou alguém na vida. Então apela para preconceito, racismo, pobreza, como um artifício de desculpa para ver se a sociedade se sensibiliza e "ajuda". Do jeito que ela fala só existem negros pobres, só existem negros fora de universidades, só existem negros morando nas favelas...não há um único branco/índio/asiático/alienígena pobre, morando em favela, né? Só negros mesmo?"

    Isso é um "tapa na cara". Não esse vídeo.

    ResponderExcluir
  76. Qual vai ser o proximo video? "Se vc é negro mate um branco"?????? Que idiotice esse video. Deveriam ser presos por racismo.

    ResponderExcluir
  77. Parabéns Rede Nacional da Juventude Negra. Combatendo o racismo com mais racismo. Mais um pouco se tornarão como os membros da KKK.

    ResponderExcluir
  78. É engraçado tu dizer que agora o momento é seu. Vários negros ativos na política, mídia e etc. E sabe o que é o mais interessante? NÃO TIVERAM COTAS. Tiveram as mesmas oportunidades que você, ou até menos, pois, naquela época em que eles estudavam, não havia a internet.
    Sou estudante de escola pública e minha mãe é professora.
    Ela nunca me cobrou notas de nenhum tipo, compromisso ou alguma coisa. Eu sempre estudei por conta própria, sempre fui curiosa e sempre usei as oportunidades que tinha ao meu favor.
    Sou branca.
    Você quer cotas? Ok. Lide com o racismo gerado.
    Você quer um mundo seu, em que suburbanos sejam brancos e os ricos sejam pretos? Ok. Nós faríamos um vídeo igual ao seu - a diferença é que morfaríamos na cadeia, por discriminação racial (que parece funcionar ativamente só pra negros) é inafiançável e etc. Ou seja, estaríamos FODIDOS.
    Você quer qualidade de vida? Todos nós, brancos ou negros queremos.
    Se nós, brancos, usamos a voz e não os gritos inúteis que vocês usam, é porque educação funciona.
    Não adianta culpar a sociedade atual por um erro do passado.
    Meus antepassados vieram para o Brasil em condições piores que as dos negros, pois vieram vindos de guerras, vieram de um mundo em que Hitler era líder.
    Você sabe quem é Hitler, não sabe? Espero que não saiba.
    Afinal, você é estudante de escola pública (assim como eu), que já passou fome (assim como eu), que já teve dificuldades financeiras (assim como eu) mas é preto, é diferente, merece ser tratado diferente. Porque, diferente de mim, você não estudou, não teve condições, não é mesmo?
    Coitada.
    Deveriam te dar uma cota só porque sabe usar a palavra "benevolente" certa. Precisou ler no dicionário muitas vezes?
    Se não queria o racismo, acabou de conquista-lo.

    ResponderExcluir
  79. Atenção galera:

    Vamos denunciar este vídeo e o BLOG à SAFERNET, pois o que está sendo veiculado nestes canais é crime de RACISMO, cuja pena varia de 2 a 5 anos de reclusão.

    http://www.safernet.org.br/site/denunciar

    ResponderExcluir
  80. Vídeo racista escroto!
    Sou filho de policial e professora. Estudei a minha vida inteira em colégio público e passei no vestibular sem cotas! Passei em concursos públicos com muito esforço!
    Sou branco? Sei lá! No Brasil dá para afirmar sua "raça" com 100% de certeza? Sou policial civil do estado do Rio de Janeiro e ganho 3.000 reais por mês e ralo o meu cu na ostra para bancar meus filhos que são brancos (?) sim e daí? Quer dizer que o branco (?) agora tem mais é que se fuder? Na boa... DISCURSOZINHO XIITA DE MERDA! Cotas para quem estudou em colégio público eu até entendo, mesmo sem concordar! É uma forma de atenuar o pouco investimento do estado em educação e abrange tanto NEGROS E BRANCOS POBRES! Que seria o interessante. OS POBRES! Isso vocês não querem! Não é justo, não é mesmo? Os brancos e pobres, como você que é negro, que se fodam, não é mesmo? E o racista sou eu?
    Tenho vários amigos negros e NÃO TENHO NENHUM ORGULHO DISSO! Assim como não tenho orgulho de meus amigos brancos, mulatos, homossexuais, viados, macumbeiros, católicos, evangélicos e etc... Coloquem uma coisa na cabeça de vocês: OS NEGROS NÃO SÃO ESPECIAIS! OS NEGROS NÃO SÃO MELHORES EM PORRA NENHUMA! Não é a cor da pele que define isso! É o ser em si. É a força de vontade. É o talento. São tantas coisas que vão influenciar se uma pessoa vai se dar bem ou não na vida. E apesar de vocês não aceitarem a condição social influencia muito mais do que a cor da pele no destino de uma pessoa! Experimente! Coloque um negro bem vestido num carro de 300 mil com muito dinheiro no bolso e veja se existirá algum tipo de segregação racial com esse indivíduo! Verifique se ele será barrado num restaurante "fino", por exemplo! Agora, coloque um caucasiano típico mal vestido em um fusca, com cinquenta reais no bolso e veja se ele será aceito no mesmo restaurante "fino"!!!
    Não encha o meu saco se você precisa de desculpas para reduzir o seu esforço! Não encha o meu saco se você tem problemas com sua cor! Não encha o meu saco se você quer usar sua cor como "muleta"! Existem pessoas racistas. Existem pessoas discriminam o pobre. Existem pessoas que discriminam o nordestino. Existem pessoas que discriminam os homossexuais. Pessoas escrotas existem! e daí? Por falar em racismo, o produtor desse vídeo e o autor desse texto é um RACISTA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em outras palavras, negros não são melhores nem piores que ninguém. São tão cidadãos quanto eu ou você. E têm os mesmos vicios, defeitos, qualidades e virtudes que os amarelos, azuis, pardos, altos, baixos, gordos, magros, homens, mulheres, deficientes físicos, religiosos, ateus ou qualquer outro indivíduo incluído em qualquer segmento social. O esforço individual é a porta de saída de todas as mazelas. Para uns é mais fácil, para outros é mais dífícil, mas culpar brancos pela mazelas dos negros é reducionismo estúpido. Eu, pelo visto, seria um dos primeiros fuzilados pelo pelotão da SS afrodescendente, mas o que aconteceria ao meu pai, por exemplo, que começou a trabalhar com oito anos, foi servente de pedreiro, virou torneiro mecânico e terminou a vida como diretor de multinacional, mesmo sem ensino superior? Ele é privilegiado? Ele merece a morte porque é branquinho, branquinho, apesar de ter comido o pão que o diabo amassou boa parte da vida?
      Esse vídeo é uma dos maiores desserviços que já tive a oportunidade de testemunhar; e, no Brasil atual, não faltam ignorâncias de grosso calibre. E o seu autor deveria ser preso!

      Excluir
  81. Vai tomar no cú racista filha da puta!!!

    ResponderExcluir
  82. Vadio, ou vadia, ofendeu? que pena va trabalhar e pare de reclamar, é assim que o povo fala para a pessoa que reclama da vida, e não trabalha e não estuda! tua cor é desculpa pra crescer na vida! estou onde estou e ainda muito baixo das minhas metas! ja passei por perrengues! e por coisas muito pior do que fala no video! mas sou Brasileiro, e não desisto de crescer numca! preconceituosos

    ResponderExcluir
  83. A mensagem é um lixo...

    Vocês da "Juventude Negra" não passam de racistas !

    ResponderExcluir
  84. Concordo com todos que consideram esse vídeo comunista algo racista, anticapitalista, falso, mentiroso, forçado, intolerante e simplesmente burro!

    MAS!!!... MINHA GENTE, NÃO É TÃO MAL ASSIM, VAI!!!... AFINAL, ESSA MORENA É UMA DELICINHA! ELA FALA, FALA, FALA, E EU SIMPLESMENTE PREFIRO IGNORAR AS BESTEIRAS QUE SAEM DESSA BOCA E IMAGINAR O QUE PODERIA ESTAR ENTRANDO!

    ResponderExcluir
  85. Se vocês lutassem pra melhorar o ensino público no Brasil, onde boa parte dos estudantes (aí sim) são pretos e pobres, eu não dizia nada. Mas cotas para negros no vestibular, como se o vestibular fosse uma indicação e não um concurso que depende do mérito individual, não faz sentido algum.

    ResponderExcluir
  86. Hipócritas! Falam do "mundinho de carros, festas, boates, viagens, iates, tablets, smartophones e muitas outras coisas", mas esse vídeo racista e canalha foi pago pela grana que vem desse mundinho! Quem financia o Instituto Cultural Steve Biko, afinal? Se vocês tivessem um mínimo de vergonha na cara não aceitariam receber dinheiro de um universo que alegam desprezar! Nada do que vocês fazem e dizem pode ser levado a sério! Vocês são uns vendidos, uns fantoches, um idiotas úteis!

    ResponderExcluir
  87. Lamentável a ignorância e alto grau racista deste vídeo.
    O q vcs querem? Guerra? Querem transformar o Brasil como nos EUA, onde os negros e brancos se matam e não se misturam?
    Digo ignorância pq o grande problema deste país está no povo. Nosso povo eh corrupto e consequentemente nossos políticos são corruptos. Antes de jogar todo seu ódio no branco do nosso país, ataque a classe política. São eles que roubam o nosso dinheiro e não investem em boas escolas, boa saúde, bom sistema de transporte .... etc.
    O branco eh mais estudado ou bem sucedido pq na grande maioria das vezes foi a luta. Estudou muito e também trabalhou muito. Com certeza passam horas e horas, dias e dias estudando para chegarem em algum lugar. E vcs?
    Vcs deixam de dançar seu axé ou vibrar com as músicas do pagode baiano(todas pornográficas), para ficar o fim de semana estudando?
    Pensem numa coisa, não se chega a lugar algum sem esforço. Não se ganha dinheiro sem esforço ou inteligência. Por isso, parem de chorar e promover a discordia e vão a luta. Quer exemplo maior que o Juiz Joaquim Barbosa? Ele ficou reclamando da vida ou foi a luta?
    ACORDEM, NÃO SE GANHA NADA SEM ESFORÇO!!!

    ResponderExcluir
  88. Parabéns pelo video muito corajoso! Ele chama atenção para uma questão bem delicada!
    Porém, alinguagem corporal dela, não casa naturalmente com o conteúdo racista do texto.
    Fraco pra dedéu !
    Pra começo de conversa, e já que é pra generalizar: temos brancos de verdade no Brasil?
    Os poucos que me arrisco a dizer que temos, chegaram há pouco. E nunca tiveram escravos. Estando inclusive em cidades do Brasil, onde por exemplo, raramente vemos empregadas domesticas.
    Acho que a classe média que eles tanto odeiam, não é tão branquinha assim.
    Acredito que a galera ONG (provavelmente Petista, a galera da luta de "CRASSES") adoraria, que a classe média fosse branca de verdade. Se assim fosse, essa baboseira faria algum sentido.
    Sabendo dos prejuízos, todavia, de acordo com a lógica proposta pela mesma, a minha sugestão é: tente dar um pulinho na África e se ligue nas maravilhas da cultura tribal do Djibouti, onde a mutilação genital feminina bomba! Procure estatísticas!
    Esqueaça os remédios. Da próxima vez que pegar uma gripe, recorra a um feiticeiro do Sudão!
    Por fim, vá a Somália e se delicie com a culinária tribal!
    Eu sei, eu sei! Você é Brasileira... Mas e sua etnia?
    Ela só entra em questão, quando lhe é conveniente? Apenas para dar suporte a sua teoria?
    O que eu quis dizer é: não argumente com premissas obtusas menina. Procure outro ponto de partida - um diferente daquele que aprendeu no segundo grau - e verás que essas desigualdades que procuras aniquilar, não foram todas iniciadas pela escravidão colonial.
    Seu "fight fire with fire" é um tiro no pé! Um traço típico, da noção de justiça das sociedades tribais.
    Sou a MUITO afavor das cotas. Só gostaria que o caras que passaram e perderam suas vagas, tivessem pelo menos uma facilitação. Tipo uma bolsa de estudo.
    Mais uma vez parabéns pela luta para diminuir as desigualdades, isso feito sem ódio, fará do Brasil um país melhor!
    Agora vou escutar Muddy Waters e tocar com meu camarada NEGÃO.
    Ah, e se curtem Blues, vão ao meu blog, é uma homenagem singela a tantos hérois negros que viveram pela música que amo!
    http://mississippimoan@blogspot.com

    PAZ!

    ResponderExcluir
  89. Pq lutar pelo melhoramento do ensino público básico?? Vamos fazer cotas nas universidades, vamos desviar o fato da educação primária pública estar falida, e entrar a força nas universidades. Não sei matemática, mas quero me forma em engenharia. Mal falo português, mas quero fazer línguas. Leio um livro por década, mas quero ser professor.
    Incitação ao ódio é crime perante a constituição federal, parabéns.

    ResponderExcluir
  90. Eu sou neto de negro, e de indígenas, e de europeus miseráveis que vieram para o Brasil trabalhar na lavoura. Esse vídeo é uma das coisas mais ABSURDAS que eu vi nos últimos tempos. Racismo explícito e odioso.Lamentável que uma juventude que poderia estar estudando, e evoluindo para poder ter "iates, viagens, baladas, tablets...."(não sabia que isso era sinônimo de felicidade ou sucesso, que pobreza espiritual hein renajune?)prefere INCITAR DESCARADAMENTE ÓDIO E RACISMO. E eu que sempre acreditei que éramos da raça humana.Lamentável, lamentável...enquanto jovens pensarem como vocês continuaremos todos sendo um bando de animais.

    ResponderExcluir
  91. vcs nao tem vergonha na cara, bando de comunistas!! usando os negros para tentar criar uma luta de classes.

    o video, o site e o movimento de vcs é escroto. vcs não representam os negros, mas os envergonham.

    vou denunciar este site de merda por racismo e por discurso de ódio.

    ResponderExcluir
  92. Moça negra do vídeo, em primeiro lugar, negros que vieram para cá escravizados, tornaram-se escravos pelas mãos de africanos NEGROS que os escravizaram, vendendo-os posteriormente para traficantes. Quem era o responsável pelo tráfico? De acôrdo com registros da igreja Católica Apostólica Romana, a Igreja era quem comandava o tráfico, especificamente Anchieta e Nóbrega.

    Sou filho de europeus, Eslovênia e Romênia, que vieram para cá em +- 1928, portanto não eram senhores de escravo, pois naquela época já não existia essa mancha na história, a escravidão. Eu, é claro, nunca tive escravo, nem meus filhotes, assim porque tanta ira, desprezo, ódio, racismo? Lembra-se do magnífico déspota negro zulu, de nome Chaka que tinha 30.000 craneos de negros empilhados na porta da choça/Palácio? Já assistiu o filme África Adeus? Assista e verá num ponto mais de 5000 pares de mãos decepadas de negros, por outros negros, só por diferenças religiosas. Seu discurso, dona, é racista e criminoso, no mínimo, além de contar uma porção de mentiras.

    ResponderExcluir
  93. O único sentimento que me deu ao ouvir esse texto foi asco.
    É impressionante o pedantismo e coitadismo expressos nesse vídeo. Sou totalmente contra o sistema de cotas raciais, pois só aumentam o racismo, se é que não perceberam.
    Usar a cota só mostra uma coisa: o negro é incompetente. Coisa que eu não acredito, diga-se de passagem. Conheço muito negro que é muito mais inteligente do que eu e tem muita capacidade para entrar numa faculdade. E onde está a justiça quando só por ser negro (um fato que ele não teve controle algum) ele tem o "direito" de ter vantagens?
    Sou branca, sempre estudei em escola pública, mas sempre QUIS estudar. Levantar cinco horas da manhã e correr pra pegar ônibus? Desculpa, querida, mas isso não é privilégio só de negros não. Sempre andei de ônibus, sempre acordei cedo e ninguém nunca carregou minha mochila. Estudei muito para conseguir uma bolsa em um cursinho popular da UNESP, porque meus pais nunca tiveram condições de pagar um cursinho particular pra mim. Estudei para conseguir a bolsa porque eu queria estudar e queria entrar em uma universidade! Estou me formando esse ano com a consciência tranquila: nunca passei por cima de ninguém, nem tirei a vaga de ninguém pra conseguir o que eu sempre quis. O que eu tenho hoje é fruto do meu merecimento e da minha vontade e persistência pra conseguir o que queria.
    Quanto ao estereótipo de branco a que a autora se refere eu só digo uma coisa: eu tenho dó de pessoas que pensam dessa forma. Eu nunca entrei em um iate (e duvido que algum dia isso vá acontecer), não tenho tablet, smartphone e custo ter créditos pro celular! E se eu tivesse também, ia ser com o meu dinheiro suado que eu compraria. Por falar nisso, ganho R$ 600,00 por mês e trabalho muito, mas nunca reclamei disso. Se eu não estivesse satisfeita, procuraria outra coisa que me remunerasse melhor.

    Acho que esse discurso do vídeo só coloca o negro atrás de uma atitude conformista e de pedantismo, como se só pudesse ter oportunidade na vida se alguém resolvesse se apiedar deles e "noossa, olha como são coitadinhos. Os tatatatataravós deles foram escravizados, né? Vamos dar duas vagas na universidade para eles, então". E as outras pessoas que não tem condições, que se fodam, porque seus antepassados foram escravizados, os meus aparentemente não.

    Sinceramente, eu fiquei com vergonha.
    Só me consola saber que felizmente somente uma minoria negra pensa assim.

    ResponderExcluir
  94. Caramba, que texto/vídeo ridículo ... Ao invés de defender melhores condições para os negros ele na verdade incita/estimula um conflito racial. Lamentável.

    ResponderExcluir
  95. seu negro moro no brasil faz 10 anos sou dos eua esse video é totalmente ridiculo,racista chage da ate vergonha por esses pessoas que fazem o video e ficam com caras de felizes,provavelmente receberam ajudas de partidos politico

    ResponderExcluir
  96. o video é nojento mesmo

    eu sou favoravel as cotas, mas é incrivel a imbecilidade dos grupos negros na defesa delas.

    é estupido achar que racismo sera combatido com racismo

    ResponderExcluir
  97. aqui em salvador tem uma escola estadual no nordeste de amaralina, que tem tudo para quem queira estudar, mas as meninas da sua cor preferem ficar do lado de fora, no beco da cultura disputando quem chupa melhor. as pessoas negras que adotaram o modo de vida ocidental vão bem obrigada. as que estão no atraso são as que vivem nas favelas, onde recriam a áfrica. o que dá certo numa savana não dá numa cidade. crianças criadas na rua, mães promíscuas, homens irresponsáveis, sexualidade predatória. padrão r. essa é a razão porque entre tantos grupos que vieream ao brasil vcs permanecem na rabeira. vc do vídeo, gosta de estudar mesmo? conjuga bem os verbos, sabe a tabuada? ou acha que o importante é ter "consciência crítica"? vcs afro que ainda estão atrasados, estão sendo mantidos, pela esquerda socialista, propositadamente em estado de tosquice. tudo que eles querem é produzir desconforto e pressões sociais. quem sabe assim não rola um daqueles morticínios revolucionários que os vermelhos tanto gostam! vcs não passam de inocentes úteis. para de destilar ódio e vai estudar criatura! faz que nem o barbosão que nunca precisou de cota nenhuma. ele é a favor porque o brasileiro é afável, vcs serão bem recebidos nas faculdades mas... cuide do seu povo, no sentido cristão, não no sentido socialista.

    ResponderExcluir
  98. vou denunciar aos fundos que apóiam vcs esse vídeo racista.

    ResponderExcluir
  99. Facil falar isso tudo usando uma camera de R$10.000,00.

    ResponderExcluir
  100. Quer fazer minha faxina? Pago cem real.

    ResponderExcluir
  101. Primeiro de tudo, você sabia que a escravidão negra foi criada pela Igreja Católica ??? Você sabia que os próprios negros se vendiam ?? Os próprios lideres negros vendiam os escravos de guerra e inimigos ou até amigos quando valia um bom dinheiro para serem utilizados aqui no Brasil?? Sabia disso?? Vai dar uma estudada filha, a culpa então é minha que nasci branco?? Se eu nascesse negro você teria pena de mim?? A gente não tem que ter pena de ninguém pela cor dela?? Você tinha que direcionar o seu vídeo reclamando do governo e não dos brancos, você não passou de uma racista, ainda mais da maneira que você falou como se tivese raiva dos brancos ... fica a dica, e vai dar uma estudada primeiro sobre a escravidão aqui no brasil , quem criou a escravidão aqui no brasil e apoiava ela foi a IGREJA CATÓLICA !!!

    ResponderExcluir
  102. Primeiro de tudo, você sabia que a escravidão negra foi criada pela Igreja Católica ??? Você sabia que os próprios negros se vendiam ?? Os próprios lideres negros vendiam os escravos de guerra e inimigos ou até amigos quando valia um bom dinheiro para serem utilizados aqui no Brasil?? Sabia disso?? Vai dar uma estudada filha, a culpa então é minha que nasci branco?? Se eu nascesse negro você teria pena de mim?? A gente não tem que ter pena de ninguém pela cor dela?? Você tinha que direcionar o seu vídeo reclamando do governo e não dos brancos, você não passou de uma racista, ainda mais da maneira que você falou como se tivese raiva dos brancos ... fica a dica, e vai dar uma estudada primeiro sobre a escravidão aqui no brasil , quem criou a escravidão aqui no brasil e apoiava ela foi a IGREJA CATÓLICA !!!

    ResponderExcluir
  103. eh muito engraçado dizerem simplesmente q a conversa não são dos brancos, e só dos negros, pq ha brancos pobres e desdentados sim! isso q vcs tão fazendo eh racismo!
    sugiro estudarem um pouco, pq quem começou a escravidão foram os próprios negros!!! meus ascendentes sofreram com o holocausto!!! nem por isso eu quero sair matando alemão ou ocupar a alemanha e ter um padrão de vida dos ricos de lá
    eh muito fácil e cômodo acusar um grupo pelas mazelas... quem escolhe os governantes?? a maioria da população... e a maioria da população brasileira eh o q? preta, pobre, sem condições pra nada na vida... se querem realmente mudança, comecem a exigir de quem pode fornecê-las, não tentem culpar famílias que trabalham tanto quanto a de vcs, e que sofrem tb... culpem o governo...
    cotas pra negros?? essa eh a maior falácia q eu já vi... sério, sinto vergonha dos pretos brasileiros por serem submetidos a isso... primeiro pq impõe (mesmo q subliminarmente) uma ideia de que sozinhos nunca conseguiriam entrar numa federal... segundo, pq dá a entender que apenas X% dos alunos podem ser pretos... (tá, agora eh capaz de vcs fazerem um vídeo falando que todas as vagas tem q ser pra pretos...)
    o problema eh a escola de má qualidade, q as pessoas saem sem base nenhuma, e o máximo q conseguirão realmente será apenas trabalhar no mercadinho...
    quer mudar a realidade dos pretos? mudem a educação básica!!! sério, de nada vai adiantar entrar na federal sem ter a base pra aquilo... vai apenas tirar vaga de quem realmente tinha capacidade pra entrar e o nível de evasão será altíssimo!! afinal, vcs não querem que, além das cotas, as universidades federais e estaduais caiam o nível só pra vcs passarem nas matérias, se formarem, não terem competência nenhuma pro mercado de trabalho, continuarem a sofrer com empregos ruins (pq o desempenho não será igual ao "branco que fez cursinho")...
    e o pior, vcs serão usados pelo governo como números, apenas estatísticas pra falarem no exterior que preconceito não existe, que os negros estão nas universidades...
    sério, gente, eh muita boçalidade! eu pensava que vcs fossem melhores que isso
    queria ver quem escreveu o texto, falando de branco rico (pq classe média não eh isso q tá descrito não... isso eh rico) trocar de lugar com o preto que trabalha no mercado e estuda numa escola pública com greve... bom, queria deixar o convite pra quem escreveu o texto trocar de lugar com uma criança africana, que não sabe nem o que eh uma refeição ao dia... daí vc para de reclamar da vida, mas com as bolsa-esmola do governo, cotas, etc, tá muito fácil ser exigente, neh... quero ver exigir educação de qualidade...
    MINHA MÃE PAGOU DUAS ESCOLAS, A MINHA E A SUA!!! LEMBRE-SE, OS IMPOSTOS QUE O RICO PAGA (TEORICAMENTE) VAI PRA ESCOLA DO PRETO POBRE... ENTÃO TÁ COMPRANDO BRIGA COM AS PESSOAS ERRADAS... EU NÃO TENHO CULPA DAS SUAS MAZELAS... VC EXIGE COTAS, MAS NÃO EXIGE QUALIDADE NA EDUCAÇÃO BÁSICA... PAREM DE SER HIPÓCRITAS E USAREM A COR COMO DESCULPA PRA CONSEGUIR AS COISAS FÁCEIS...
    GASTEM A ENERGIA QUE VCS GASTARAM PRA INCITAR ÓDIO AOS BRANCOS EXIGINDO DO GOVERNO O QUE EH DE VCS DE DIREITO (E DE TODOS... ) E NÃO EH COTAS
    QUERIA VER ALGUM COTISTA SOBREVIVER NUMA FEDERAL, COM LIVRO TEXTO EM INGLÊS, PROFESSORES AVANÇANDO SEMPRE NA MATÉRIA... A ALTA COMPETITIVIDADE... DAÍ VAI QUERER O QUE?? NOTA-COTA?? PQ NÃO SE ENGANEM, MESMO QUE ENTREM, O NÍVEL DE EVASÃO VAI SER ABSURDO!!!
    VC TÃO QUERENDO A COISA ERRADA DAS PESSOAS ERRADAS, E ISSO EH SIMPLESMENTE ESTÚPIDO!!! mais estúpido q vcs utilizarem o termo negro e branco, referindo-se a vcs como raça e a nós como cor, vcs são PRETOS eu sou BRANCA (não falo caucasiana, não sou da região do cáucaso, e vcs nunca q são negros.. negros são africanos.. vcs só tem a cor preta, marrom, etc na pele, e o conceito de raça ao invés de cor eh simplesmente horrível e distancia ainda mais as pessoas, ao invés de uni-las como deveria ser)

    ResponderExcluir
  104. POis é enqunto vc´s nos reservam a merda da escola publica e os seus salarios da mesma materia prima e guardam para s´a educação qualificadora. Nós estamos aqui para tirar suas vagas mesmo, alias suas não nossas pq seus escravocratas ladrões, nos fizeram trabalhar e até hoje não pagaram... Eo que estamos pedindo é pouco perto da divida real. Então acho melhor vc sentar a ver a nossa vitoria chegar seu covarde que nem se identificou!!!

    Voce tá falando sério,seu malandro vagabundo?
    AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA
    Os meus descendentes chegaram aqui depois da escravidao!
    SEM ABSOLUTAMENTE NADA! Passaram fome,viveram anos na mais completa BOSTA...e adivinha só? Venceram e deixaram pra mim,descendente,uma condicao de vida que eu me orgulho de dizer: é muito boa!

    Sabe pq? Nao tiveram discurso de vitimismo!
    Vcoes só tao assinando um atestado de incapacidade com as cotas!
    E NO FINAL DAS CONTAS,NAO VAI MELHORAR!
    AFINAL SOBREVIVER AO ENSINO SUPERIOR EM FEDERAL SENDO UM *INCOMPETENTE* É BEM COMPLICADO...E SÓ VAI FORMAR PROFISSIONAIS IGUALMENTE ACOMODADOS!

    E VOCES? DA RENAJUNE? QUE SAO BANCADOS POR GRANDES EMPRESAS CAPITALISTAS E ENTIDADES ESTATAIS? TAO RECLAMANDO DA FALTA DE GRANA?
    CAMBADA DE FOLGADOS MESMO,HEIN? PQ NAO PEGAM ESSA GRANA
    QUE RECEBEM E AJUDAM NAS COMUNIDADES OS ESTUDANTES *POBRES*?
    AE NAO ROLA,NÉ?

    VOU TE CONTAR,NUNCA FUI RACISTA! NEM ME TOCAVA DESSES DETALHES DE COR...SÓ NAO VIRO PORQUE SEI QUE ENTRE OS NEGROS VOCES NAO SAO MAIORIA!

    INCOMPETENTES,INCAPAZES!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É EXATAMENTE ESSE O PONTO, NOSSOS ANCESTRAIS CHEGARAM AQUI DEPOIS DA ABOLIÇÃO DA ESCRAVIDÃO, PORTANTO, ESTÃO COBRANDO DA PESSOA ERRADA, PEGUEM UMA MÁQUINA DO TEMPO, VOLTEM QUINHENTOS ANOS ATRÁS, E COBREM DE QUEM MERECE ...

      Excluir
  105. http://odia.ig.com.br/portal/diversaoetv/vagner-love-curte-show-de-pagode-com-a-namorada-na-barra-1.521588

    ResponderExcluir
  106. A qualidade e o tom dos comentários, frequentemente anônimos, que leio aqui contribui com a minha convicção de que o sistema de cotas é mais que desejável. É necessário para melhorar a qualidade do Brasil. Não entender a disparidade, não perceber suas raízes históricas e a causa da perpetuação são bons indicadores de como a sociedade brasileira em geral ainda não entendeu! Falar do problema, posicionar um segmento da população e expressar reivindicações não é racismo. São opiniões e conceitos diferentes daqueles da maioria, mas não são racismo.
    O video é bom, muito bom. Os conceitos bem estruturados, fundamentados em realidade, o texto bem escrito, didático e a apresentação objetiva e clara. Eu não concordo com um certo nível de generalização mas elogio a qualidade e agradeço a quem fez. Sem o sistema de cotas, os Estados Unidos não teriam avançado em direitos humanos como avançaram. Longe de ser perfeito, longe de ser o modelo ideal, mas experiência suficiente para validar o sistema de cotas.
    Sou branco, privilegiado, estudei em ótimas escolas particulares, tive o benefício de estudar sem pagar em Universidade Federal. Não tenho dúvida que minha abundância esteve sempre associada à carência de outras pessoas, sobretudo afro-descendentes. Não tenho culpa, mas tenho consciência.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AFRO DESCENTENTES TEM FOBIA DE LIVROS ? QUE TAL SE AO INVÉS DE RECLAMAREM E ESPERAREM QUE ALGUÉM FAÇA ALGO POR ELES, COMEÇASSEM A ESTUDAR E À MERECER CONQUISTAR ALGO NA VODA COMO TODO MUNDO FAZ ?

      Excluir
  107. Boa tarde, sou negro, tenho 54 anos, e ativista da causa do ANTI-RACISMO, parabéns pelo video, pela iniciativa mas o discurso é um pouco rançoso. tem muito de mágoa que não leva alugar nenhum, os BRANCOS ricos ou de classe média alta, continuam entrando nas melhores universidade e faculdades, estes não sofrem e não sentem nada, a herança tá garantida, a partilha das terras a divisão dos imóveis, gente que ganha mil, dois, três mil de mesada estes não sentem nada;
    Temos que pensar no DAY-AFTER, como estará a coisa daqui dez anos, quando esta moça de fala forte tiver que enfrentar o mercado de trabalho.
    Onde e como estão os primeiros e as primeiras cotistas, já temos oito ou dez anos de aplicação desta medida reparativa, já é hora, de olharmos para trás
    e vermos se as pegadas são suficientemente fortes ou o movimento NEGRO, precisa reforçar o discurso, não uma fala rançosa mas uma fala forte e propositiva;
    Saudações;

    LUIZ ALBERTO PIRES

    ResponderExcluir
  108. concordo com quase tudo falado no vídeo, a unica coisa q discordo é q a mensagem é passada de um jeito q dá a entender q não existem brancos estudando em escolas públicas

    ResponderExcluir
  109. Se as coisas fossem do jeito que a moça relata no vídeo minha vida seria de marajá. Tenho 30 anos, trabalho desde os 14, sou branco, metalúrgico, estudei em escola publica, não tenho carro e nem sei o que é fazer um cursinho pra entrar em faculdade.
    Quem vê pensa que não tem brancos na favela e nenhum negro em escola particular.
    Quanto mais os anos passam, mais a hipocrisia cresce. É um querendo tomar do outro ao invés de pregarem a igualdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você! Pra começar, quem é branco e quem é o negro no nosso país miscigenado? Pra ter uma ideia, sou branca (fenotipicamente), mas tenho descendência africana e indígena. Ou seja, tenho mais do que um motivo para ter direito a cotas, mas não considero que eu as mereça, pois não sou vítima de racismo. Porém,como a maior parte do país, sofro com as condições econômicas deste, que gera também descriminação e exclusão.
      Sempre estudei em escolas públicas, não tive dinheiro para fazer cursinho enquanto amigos meus, negros, faziam. Estudando por conta própria consegui entrar em uma Universidade pública. Sou mais capaz do que um negro, sendo que tive as mesmas oportunidades do que ele? Faço curso noturno, pois tenho que trabalhar para me manter lá, caso contrário, não poderia fazer faculdade, pois minha família não tem condições de me manter. E não sou a única branca a passar por isso.
      O vídeo lança uma crítica grosseira e não direcionada, sempre fui a favor das causas anti-racismo, mas me senti ofendida. Sinceramente, são organizações como essa que prejudicam os grupos que verdadeiramente lutam por causas legítimas e produtivas. Fiquei muito decepcionado ao assistir, pois para mim só incitou o ódio e a segregação. Tão repulsivo que, sem ofensa, me lembrou um discurso de Hitler, principalmente com o final: "Agora é tudo nosso!". E brancos pobres, como eu, se perguntam: Quando foi meu?

      Excluir

utilize a sua inteligencia...