terça-feira, 22 de outubro de 2013

Lauro de Freitas sediará seminário regional de combate ao extermínio da juventude negra


São estarrecedores os números que revelam e traduzem a violência letal que vitimas jovens negros(as) todos dias nos grandes centros urbanos do país. São números que se equiparam a nações em estado de guerra. Nunca se assassinou tantos jovens no Brasil, quanto nos dias atuais.
O mapa da violência produzido pelo governo federal mostra traz a tona um problema que deixa de ser uma questão pontual e entra na lista de prioridades, tanto dos movimentos sócias organizados, quanto das instituições públicas.

Reduzir a taxa de mortalidade da juventude negra brasileira é o maior desafio, na atual conjuntura, a ser enfrentado pelo estado brasileiro, que apesar dos esforços não conseguiu ainda produzir resultados satisfatórios e que gerem perspectivas de dias melhores. É consenso que esse desafio precisa ser enfrentado por todo o conjunto da sociedade em parceria com as instâncias governamentais. Assim sendo, o município de Lauro de Freitas, dá um passo no sentido de produzir diagnósticos e apontar as ações que podem servir como balizador de uma luta árdua que visa a manutenção da vida.

O Seminário Regional de Combate ao Extermínio da Juventude Negra é uma iniciativa do movimento social de Lauro de Freitas e de organizações parceiras que reunirá nos dias 24, 25 e 26 de outubro, jovens de oito estados da região nordeste do país que discutirão a partir das suas vivencias e experiências adquiridas, estratégias que possam orientar a implementação de políticas públicas que reajam à violência letal que destrói famílias inteiras nas periferias dos grandes centros urbanos.

A Posse de Conscientização e Expressão (PCE), organização do movimento Hip hop de Lauro de Freitas será a anfitriã e conta com a parceira do Coletivo de Entidades Negras (CEN), Rede Nacional de Juventude Negra (RENAJUNE), Fórum Nacional de Juventude Negra FOJUNE e a Escola de Formação Quilombo dos Palmares (EQUIP) na elaboração e execução do projeto. O Programa Juventude Viva, a Coordenação Ecumênica de Serviços (CESE), a Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas e o Governo do Estado da Bahia darão o suporte logístico necessário à realização do seminário.

O Seminário que tem articulação nacional conta ainda com a presença da Secretária Nacional de Juventude Severine Macedo e importantes lideranças jovens do movimento negro da Bahia e outros estados da região nordeste.


Veja proposta de programação. Sujeito a confirmações e alterações.


Mesa de Abertura


                          VIOLÊNCIA E EXTERMÍNIO DA JUVENTUDE NEGRA.


Mediação: Ricardo Andrade

Componentes:

Adelmir Borges - RENAJUNE
Márcio Paiva - Prefeito de Lauro de Freitas
Ailton Ferreira - (Superintendente da SJCDH)
Mãe de Vítima;
Elias Sampaio - SEPROMI
Vladimir Costa Pinheiro – SERIN/CONJUVE
Cláudio Reis - Posse PCE
Marcos Rezende - CEN Coletivo de Entidades Negras
Aline N’Zinga - Quilombo Xis / Campanha Reaja
Elder Costa - FONAJUNE
Severine Macedo – SNJ-SG/PR


DA IDENTIDADE NEGRA E JUVENIL  
(Diálogos entre os jovens - como me sinto sendo jovem e negro/a em meu país. )

Apresentação do “Mapa da Violência no Brasil” destacando o Nordeste e o lugar dos/as jovens negros/as.

Devolutiva dos participantes. Sobre as impressões do mapa da violência.

Roda  de Capoeira e batuques

Mesa de diálogos: 

As políticas publicas e o enfrentamento a violência institucional .

Mediação: Geovan Bantu

Jacinto Alberto - Delegado da  28º   - Delegacia de Policia de Lauro de Freitas -Bahia
Mauricio Barbosa - Secretario Estadual de Seg. Publica do Estado da Bahia.
Hamilton Borges -  Campanha Reaja
Vilma Reis - Conselho de Desenvolvimento Comunidades Negras
Samuel Vida – Professor de Direito da UCSAL 
Major Grum -  Comandante da 52º  PIPM
Severine Macedo – SNJ – Governo Federal

Apresentação do Plano De Prevenção a Violência Contra a Juventude Negra – Plano Juventude Viva em debateDo Governo Federal.

Debate com o Público e levantamento de propostas para a implantação do plano de enfrentamento a violência nos municípios.

Noite  cultural ( Expressões artísticas da Juventude Negra)


Grupos de Trabalho – GTs. 
(Construção de um plano de enfrentamento a violência nos municípios e ou de monitoramento nos municípios onde já foi lançado)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

utilize a sua inteligencia...