terça-feira, 8 de outubro de 2013

REFORMA POLITICA BRASILEIRA E A QUESTAO RACIAL

REFORMA POLITICA BRASILEIRA E A QUESTAO RACIAL
POR:Raphael Mukumbi
A reforma política brasileira não pode ser resumida a uma simples reforma do campo eleitoral. Em país regado pelo racismo, herança de épocas coloniais, é necessário que se faça deste ato uma forma de sanar as constantes desigualdades. Contudo o cenário político e social brasileiro, precisa de reajustes urgentes. O desgaste na forma de fazer política no Brasil já vem mostrando fragilidades.Isso ocorre por causa da ineficácia do Estado,em sanar as problemáticas sociais,e também pelo descaso das camadas mais abastadas da sociedade brasileira.A nível de exemplo,pode-se constatar que maior parcela da população se encontra excluída e marginalizada,enquanto uma pequena parcela tem o privilegio de gozar de forma ampla,tendo representatividade maciça no cenário político ocupando as cadeias de comando.
Não se deve pensar que o assunto de reformar a política brasileira seja algo novo. É constante na historia do Brasil, movimentos populares que exigiam mudanças de âmbito político e social. A exemplo pode-se ter dois principais movimentos que foram a Revolta  dos Males em 1835,e a Conjuração dos Búzios de 1798.Estes dois movimentos revolucionários,traziam em sua pauta a abolição da escravatura,que na época era o que sustentava a economia e  a vida política do país.De forma evidente,se constata que a desigualdade que há em solo brasileiro,é conseqüência direta dos três séculos de escravidão,no qual o Estado se alimentou,e na política de exclusão,durante o séculos XIX e XX,quando o país se embriagava com a “belle-époque” tendo o explicito desejo de se tornar uma segunda França.
Não se pode declarar a existência plena de uma democracia, sabendo da não existência de mecanismos que possam a vir a garantir uma verdadeira isonomia social. O sistema de cotas nas universidades publica, que a principio veio para possibilitar o acesso de jovens negros nas universidades publicas, de certa forma pode ser encarado como um possível começo para uma futura equidade, porem, os jovens que deveriam ocupar essas vagas, muitos deles estão morrendo sendo vitimados pela violência urbana. De 2003 ate o ano de 2013,jovens negros foram duramente assassinados,ora pela mão do Estado sendo representado pelo poder policial(PM),ora pelo trafico de drogas,sendo muitas vezes criminalizados e tendo suas mortes banalizadas.Isso mostra que se deve ter uma política que venha garantir uma real condição de dignidade a população negra,garantindo sua real inserção nas cadeias de comando da sociedade.

Em suma a ultimas propostas de reforma política, que vieram a conhecimento popular nos últimos dias, não ira ter um grande efeito na vida da população brasileira, já que ela se restringiu a reformas no campo partidário e eleitoral. Para se reforma a política brasileira,se deve começar por disponibilizar uma certa melhoria nos serviços públicos,como educação,segurança publica entre outros.A ampliação de representatividade política para as minorias(Negros e indígenas),deve ser salientada e deve ser colocada como ponto crucial,de qualquer reforma que se possa vir acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

utilize a sua inteligencia...